Brasil

Temer é chefe de organização criminosa há 40 anos, afirmam procuradores da Lava-jato

Na decisão que autorizou prisões, Bretas afirma que "Temer é o líder da organização criminosa e o principal responsável pelos atos de corrupção descritos"


Fabricio Moretti

Do Mais Goiás | Em: 21/03/2019 às 16:18:52


Temer assumiu a Presidência após o impeachment de Dilma Rousseff. Ele ficou no cargo de maio de 2016 a 1º de janeiro de 2019 (Foto: Mauro Pimentel/AFP)
Temer assumiu a Presidência após o impeachment de Dilma Rousseff. Ele ficou no cargo de maio de 2016 a 1º de janeiro de 2019 (Foto: Mauro Pimentel/AFP)

O ex-presidente Michel Temer é o chefe de uma organização criminosa que atua há 40 anos no Rio, segundo a investigação da Lava-Jato. No pedido de prisão do emedebista assinado pelo Ministério Público Feral (MPF) no Rio, os procuradores da Lava-Jato apontam que Temer e coronel Lima  atuaram durante 40 anos em uma “parceria criminosa” que se perpetuou por décadas.

Na decisão de determinou a prisão de Temer e de outras nove pessoas, o juiz da 7ª Vara Criminal Federal, Marcelo Bretas diz que “Michel Temer é o líder da organização criminosa”, e o “principal responsável pelos atos de corrupção descritos”.

Bretas determinou a prisão do ex-presidente Michel Temer e seu ex-ministro das Minas e Energia Moreira Franco, além de coronel Lima e outras sete pessoas na manhã desta quinta-feira. Agentes da Polícia Federal (PF) cumpriram 10 mandados de prisão — oito preventivas e duas temporárias em São Paulo, Rio, Porto Alegre e Brasília.