Do Mais Goiás

Técnicos do governo federal vem a Goiânia discutir traçado do Anel Viário

Reunião acontece nesta quinta-feira (16)

Acordo sobre concessão de trecho do Anel Viário pode agilizar início de obras em Goiânia (Foto: Reprodução)
Acordo sobre concessão de trecho do Anel Viário pode agilizar início de obras em Goiânia (Foto: Reprodução)

A Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), recebe as equipes técnicas do Ministério da Infraestrutura (Minfra) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), nesta quinta-feira (16), para nova reunião sobre o novo traçado do Anel Viário da Região Metropolitana de Goiânia. É a segunda vez que técnicos federais vêm à capital para debater e construir traçado alternativo ao projeto inicial da obra, desenhado em 1996.

Em maio, as equipes estiveram em Goiânia para conhecer a sugestão elaborada pela Goinfra, de um traçado mais amplo e coerente com a realidade atual. Dessa vez, o Minfra traz o resultado dos estudos executados pelo BNDES para apresentá-lo ao governo estadual.

O encontro contará com a participação do presidente da Goinfra, Pedro Sales. Além de representantes do Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico de Goiânia (Codese-GO), da Secretaria Municipal de Relações Institucionais da Prefeitura de Goiânia (SRI) e do Grupo de Trabalho do Anel Viário, formado por seis parlamentares goianos, entre eles, a deputada federal Flávia Morais.

Projeto

Depois de pronto, o projeto do Anel Viário de Goiânia impactará em 21 municípios. O projeto inicial de implantação vem se  arrastando por 25 anos e previa uma estrutura de cerca de 82 quilômetros.

Em 2001, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) entregou 18 quilômetros da via, na divisa de Goiânia e Aparecida, que ligam as rodovias BR-153 e BR-060. E até hoje, a construção segue parada.