Do Mais Goiás

Técnico do Vila diz que concentração será fundamental na semifinal do Goianão

Equipes se enfrentam pelas semifinais do Goianão nesta quarta-feira (5), às 20h30, no OB

Foto: Douglas Monteiro/Vila Nova

Vila Nova e Aparecidense começam nesta quarta-feira (4) a decisão das semifinais do Goianão, no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga. Contra um rival qualificado, Wagner Lopes espera um jogo equilibrado e disse que a parte mental será fundamental para um bom desempenho na partida.

“O mental é fundamental nesses jogos. Agora é um campeonato a parte e o que acontecer daqui para frente é o que seremos julgados. Vamos conscientizar os jogadores da importância de estar concentrados o tempo todo, porque um deslise pode ser fatal. Temos de ter discernimento e resiliência porque serão 180 minutos. Precisamos saber administrar a partida, quando forçar e quanto diminuir o ritmo”, disse o treinador.

Nesta temporada, Vila Nova e Aparecidense já se enfrentaram duas vezes, foi uma vitória colorada, já no finalzinho da partida, e um empate em Aparecida de Goiânia. Até pelo equilíbrio dos outros confrontos, Wagner Lopes espera confrontos pegados na semifinal. “Não terá facilidade. Será um jogo truncado e aguerrido. Ao padrão de jogo ainda estamos buscando e desenvolvendo nosso estilo. Precisamos saber que o jogo é coletivo, mas o esforço é individual”, disse o treinador.

A equipe titular do Vila Nova já é conhecida por todos, porém Wagner Lopes irá modificar o ataque colorado e deixará o artilheiro do time na temporada no banco de reservas. Pedro Júnior, que já marcou 5 gols no ano e era titular absoluto no comando de ataque será substituído por Henan, que foi o artilheiro do time na última temporada, com 12 gols e este ano marcou apenas um gol.