Do Mais Goiás

Técnico de enfermagem do Samu é suspeito de matar a ex-esposa e tira a própria vida, em Rio Verde

De acordo com a PC, crime teria sido motivado por ciúmes. Filho do casal, de 3 anos, estava na casa no momento do crime

Técnico de enfermagem do Samu é suspeito de matar a ex-esposa e tira a própria vida, em Rio Verde
Técnico de enfermagem do Samu é suspeito de matar a ex-esposa e tira a própria vida, em Rio Verde

Um técnico de enfermagem do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) é suspeito de matar a ex-esposa por ciúmes e tirar a própria vida em seguida, em Rio Verde, no Sudoeste do estado. O caso aconteceu no último domingo (2). De acordo com a Polícia Civil (PC), Leandro Souza Nascimento, de 32 anos, matou Fernanda Almeida de Lima, de 29, com cerca de dez golpes de faca.

O delegado que está à frente das investigações, Adelson Candeo, destaca que o relacionamento entre os dois durou quase quatro anos. Entretanto, nos últimos três meses, haviam constantes desentendimentos por causa de ciúmes. Eles estavam separados há cerca de 40 dias. “Nesse intervalo, ele entrou em depressão e um irmão dele veio da Bahia para cuidar dele. Ele já estava aqui na cidade há 12 dias”, pontua o delegado.

O crime, de acordo com o investigador, aconteceu justamente quando o irmão do suspeito não estava em casa. O ex-casal tinha um filho, de 3 anos, e a criança estava com o pai. No momento em que a vítima foi buscar o menino, Fernanda teria destacada que iria retornar à Bahia. “Acreditamos que esse foi o estopim do crime. Eles tiveram uma discussão, ele pegou a faca e matou a mulher na garagem da residência”, conta.

Fernanda foi atingida na região do abdômen e no tórax. Após o crime, o homem ainda mandou diversos áudios para familiares dizendo que “havia feito a maior besteira.” Após isso, o técnico de enfermagem foi para os fundos da casa e tirou a própria vida.

Segundo o investigador, com esses áudios, diversos familiares entraram em contato com vizinhos – que entraram no local. Eles se depararam com a criança próxima ao corpo da mãe. – ela dizia que ela havia caído da moto. O investigador conta que uma carta, datada desde o último dia 26 de janeiro, foi encontrada sobre a mesa. “Essa carta dizia para que os irmãos cuidassem da mãe e do filho. Por isso, acreditamos que ele já planejava se matar, mas não em cometer o feminicídio”, ressalta.

A faca utilizada no crime foi encontrada e celulares de ambos apreendidos. O delegado explica que aguarda os laudos periciais e que, nos próximos dias, testemunhas serão intimadas a prestarem depoimentos. Ainda de acordo Adelson, o técnico de enfermagem não possuía antecedentes criminais.