Eleições 2020

TCE divulga lista de ex-gestores e servidores com contas reprovadas

Segundo órgão, inclusão na lista pode implicar em inelegibilidade e impedir provimento em cargos públicos


Samuel straioto
Do Mais Goiás | Em: 28/07/2020 às 11:36:29

TCE divulgou lista de inelegíveis nesta segunda-feira (27). Sede do Tribunal de Contas do Estado (Foto: TCE-GO)
TCE divulgou lista de inelegíveis nesta segunda-feira (27). Sede do Tribunal de Contas do Estado (Foto: TCE-GO)

Uma lista com 21 nomes de ex-gestores e servidores públicos estaduais com contas julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas do Estado de Goiás (TCE) foi divulgada pela corte. Trata-se de uma obrigação imposta pela Justiça Eleitoral que usa a relação como referência para definir se personalidades destacadas serão ou não consideradas inelegíveis.

Todos os nomes listados são de pessoas físicas, detentoras ou não de função pública, que tiveram suas contas rejeitadas no TCE-GO por irregularidade insanável, em decisão transitada em julgado nos oito anos imediatamente anteriores à realização de cada eleição.

Entre os apontados estão nomes como o do atual presidente da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), Aristóteles de Paula; da ex-secretária estadual de Saúde Irani Ribeiro; do ex-deputado federal Pedro Canedo; do ex-presidente da extinta Agel, César Sebba; e do ex-suplente de vereador em Goiânia e ex-titular da Superintendência de Esportes do governo de Goiás, Sérgio Câmara.

Demais nomes

Aristóteles de Paula e Sousa Sobrinha;

Carlos Alberto Mariano;

César Augusto Sebba;

Danivaldo Frutuoso Franco;

Emílio Carlo de Paiva de Paula;

Emilse Terezinha Naves;

Fábio Silva Gomes;

Francisco Romeu Carvalho;

Hideraldo Jorge Santana Martins;

Irani Ribeiro de Moura;

Iranildo Rodrigues Valença;

Isa Bernadete Braga;

José Américo de Sousa;

Levinda Passos;

Luiz Antônio Arantes;

Marcus Vinicius de Faria Felipe;

Pedro Chaves Canedo;

Pedro Luiz Cascalho;

Roberto Moraes Jayme;

Sérgio Camilo Câmara;

Vantuir Alves de Oliveira.