ah se eu fosse marilyn