31 de outubro

Sustos e sangue: 13 produções do terror para curtir neste Halloween

Entre obras clássicas e outras desconhecidos do grande público, uma seleção especial de filmes e séries disponíveis na Netflix para este Dia das Bruxas


Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 31/10/2018 às 16:30:33

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

A data mais assustadora do ano chegou e, para “comemorar” o Halloween, o Mais Goiás preparou uma lista com muito terror e suspense! Não é sexta-feira 13, mas como esse é um número supersticioso, separamos 13 obras desses gêneros adorados por muitos e mal compreendidos por outros. E o melhor: tudo está disponível na Netflix.

Clique nas imagens e será direcionado ao trailer de cada produção!

O Mundo Sombrio de Sabrina (1ª temporada)

A mais nova série queridinha do público, se distancia muito da já conhecida produção de anos atrás. Adotando um terror mais forte, mas ainda com uma pegada adolescente, O Mundo Sombrio de Sabrina conta a história da bruxa que precisa decidir a qual mundo fará parte – humano ou bruxo. Tudo isso enquanto forças malignas ameaçam a ela, sua família e amigos. Aprovação da Crítica: 89%

O Mundo Sombrio de Sabrina está fazendo muito sucesso no mundo todo (Foto: Divulgação/Netflix)

A Maldição da Residência Hill (1ª Temporada)

Um grupo de irmãos cresceram no que se tornaria a casa assombrada mais famosa do país. Agora adultos, eles são forçados a retornar à mansão após uma tragédia e juntos precisarão enfrentar os fantasmas do passado — alguns ainda assombram suas mentes enquanto outros podem estar observando das sombras. Tem quem diga ter perdido o sono e até passou mal ao assistir a série. Aprovação da Crítica: 93%

A Maldição da Residência Hill tem assustado muito o público (Foto: Divulgação/Netflix)

Ash vs. Evil Dead (1ª e 2ª Temporadas disponíveis)

Ash (Bruce Campbell), personagem principal da épica trilogia A Morte do Demônio, passou as três últimas décadas evitando responsabilidades e com uma motosserra no lugar da mão. Quando um espírito maligno ameaça a humanidade, Ash é forçado a enfrentar seus demônios – em todos os sentidos. A série mistura terror, ação e comédia da melhor maneira possível. Aprovação da Crítica: 99%

Ash vs. Evil Dead tem duas temporadas disponíveis no serviço de Streaming (Foto: Divulgação/Netflix)

Invasão Zumbi

Para vários passageiros seria apenas uma rápida viagem de trem partindo de Seul com destino a Busan. Mas tudo se torna uma corrida para salvar suas vidas de ágeis zumbis com sede de morte. O filme sul-coreano é unanimidade mesmo para quem não é fã do subgênero zumbis, colecionou vários prêmios mundiais, tem uma história forte e um final inesquecível. Aprovação da Crítica: 96%

Invasão Zumbi além do terror tem uma história forte (Foto: Divulgação/Netflix)

12 Horas Para Sobreviver – O Ano da Eleição

Numa América futura, anualmente o governo libera 12 horas para a população cometer qualquer tipo de crime sem punição. Hospitais fecham as portas, polícia e bombeiros não trabalham. Muitos aproveitam para vinganças pessoais e outros vão mais além: a data é propícia para o governo eliminar pobres, imigrantes e outras minorias. Esse é o terceiro filme da saga que já rendeu uma série e mistura terror, ação e crítica social. Aprovação da Crítica: 54%

O filme da saga ‘The Purge’ concilia terror e questões políticas atuais (Foto: Divulgação/Netflix)

O Segredo da Cabana

Cinco amigos vão passar uns dias numa cabana isolada no meio da floresta. Sim, podemos citar milhares filmes de terror que começam assim, né?! Mas você não imagina nem em seus piores pesadelos o que é “o segredo” guardado nesta cabana. O filme caminha entre o trash e o atual, mas tem uma premissa muito original que o diferencia dos demais do gênero. E o final… prepare-se! Aprovação da Crítica: 91%

Nem é recomendável assistir o trailer de O Segredo da Cabana de tanta surpresa que o filme tem (Foto: Divulgação/Netflix)

Oldboy

Imagina ser sequestrado, ficar trancado em um quarto por quinze anos e um dia acordar dentro de uma mala num parque e ser acusado de matar sua mulher! É isso que acontece com Oh Dae-su. Agora livre, ele busca vingança contra quem arruinou sua vida, custe o que custar. O filme é coreano (não confunda com o péssimo remake americano de 2015), e possui uma violência gráfica difícil de ser assistida por muitos. Aprovação da Crítica: 80%

Oldboy é um daqueles filmes chocantes que a gente nunca esquece (Foto: Divulgação/Netflix)

A Bruxa

Esse é polêmico. O terror-sensação de 2015 conquistou uma legião de fãs e o repúdio de vários, que esperando sangue e mortes, não gostaram ao se deparar com um terror inteligente e cheio de metáforas. No ano de 1930 uma família mora a beira de uma sombria floresta. Após o desaparecimento do filho recém nascido e a colheita falha, a família se transforma por completo. Um mal sobrenatural pode estar escondido – ou nem tão escondido assim. Aprovação da Crítica: 91%

A Bruxa ganhou vários prêmios em Festivais Internacionais (Foto: Divulgação/Netflix)

Hush: A Morte Ouve

Imagina só: Maddie Young (Kate Siegel) é surda e vive isolada em sua casa no meio de uma floresta. É claro que ia dar problema. Certa noite, um assassino mascarado aparece e Maddie deve ultrapassar seus limites físicos e psicológicos para conseguir escapar com vida. Daqueles filmes que te grudam no sofá e faz suar frio! Aprovação da Crítica: 91%

Em Hush – A Morte Ouve o que predomina é o silêncio e o suspense (Foto: Divulgação/Netflix)

O Enigma de Outro Mundo

Clássico, pioneiro e claustrofóbico: assim pode ser descrito esse filme de 1982. Nele, pesquisadores que trabalham numa remota estação na Antártica, descobrem estar na presença de um alienígena com a habilidade de duplicar e se transformar em seu hospedeiro. E agora, quem é humano e quem é alienígena? Muitos efeitos especiais práticos e sangue nesse filme do mestre do terror John Carpenter. Aprovação da Crítica: 83%

Ignore o filme de 2011: O Enigma de Outro Mundo de 1982 é o melhor (Foto: Divulgação/Netflix)

Raw

A família de Justine (Garance Marillier), é totalmente vegetariana e guarda um segredo horrível quem vem à tona quando ela começa a cursar veterinária. A jovem é obrigada a comer um pedaço de carne durante um dos “trotes” na faculdade, e as consequência deste ato logo serão sentidas na pele. Seja na pele de Justine ou na de outras pessoas. Esse terror francês, literalmente não é para todos os estômagos. Aprovação da Crítica: 91%

Fique uns dias sem comer carne depois de assistir Raw (Foto: Divulgação/Netflix)

O Hospedeiro

Uma substância tóxica despejada em um rio faz aparecer um monstro mutante. Ele leva embora uma criança, e sua família agora precisa lutar por suas vidas enquanto tentam matar a criatura e salvar a vida da menina. O filme oriental pode soar estranho para nós acostumados com um terror mais americanizado, mas assisti-lo é uma experiência única que agradou os críticos e os mais severos fãs do gênero. Aprovação da Crítica: 93%

O Hospedeiro transita por vários gêneros mas o terror predomina (Foto: Divulgação/Netflix)

A Babá

Cole (Judah Lewis) é um adolescente loucamente apaixonado por sua babá e acaba descobrindo que ela na verdade é uma assassina adoradora das forças ocultas. Com isso, ele entra na mira da babá e seu grupo assassino que agora querem matar ele e seus amigos. A comédia/terror mistura Esqueceram de Mim com Pânico, e diverte na mesma medida que assusta. Aprovação da Crítica: 72%

Sustos e risos em A Babá, filme original Netflix (Foto: Divulgação/Netflix)