Francisco Costa
Do Mais Goiás

Suspender obras é descumprir plano de governo de Maguito, diz ex-secretário

Segundo Andrey, Maguito disse várias vezes que não teriam obras paradas

Suspender obras é descumprir plano de governo de Maguito, diz ex-secretário
Suspender obras é descumprir plano de governo de Maguito, diz ex-secretário (Foto: Prefeitura de Goiânia)

O ex-secretário de Governo de Goiânia Andrey Azeredo – em entrevista ao podcast Poder em Jogo, do Mais Goiás – rebateu a fala do prefeito Rogério Cruz, em coletiva na tarde de segunda, sobre o cumprimento do plano de governo. “A prova inequívoca que não cumpre o plano que nós idealizamos (coordenação do grupo de Maguito e Rogério Cruz) é a suspensão dos contratos de recapeamento.”

Segundo Andrey, Maguito disse por diversas vezes que a gestão seria de continuidade a de Iris Rezende (MDB). “Não teríamos nenhuma máquina desligada na cidade de Goiânia, enquanto todas as obras realizadas por Iris não fossem concluídas. Aí vem um ato sem fundamento concreto e interrompe isso”, lamentou.

O também ex-secretário Euler Morais afirmou ao portal que houve desconsideração ao MDB e ao ex-prefeito Iris Rezende com a suspensão de contratos de asfalto, além de pedido de auditoria de contratos firmados desde 2017. “Colocando em cheque a gestão do Iris, reconhecido pelos órgãos de controle, por denúncia de vereador sem crédito nenhum, sem dar evidência…”

Vale lembrar, o ex-deputado federal Luiz Bittencourt pediu demissão do cargo de Secretário de Infraestrutura de Goiânia, após mal-estar gerado causado por decretos com suspensão de contratos de asfalto e centralização de decisões nas mãos do secretário de Governo, Arthur Bernardes, nome ligado ao prefeito Rogério Cruz (Republicanos).

Plano de governo

Após o desembarque de 14 secretários, o prefeito Rogério Cruz também realizou uma coletiva. Segundo ele, o plano de governo de Maguito Vilela será cumprido independente de quem estiver ao seu lado. “Mas o líder do processo sou eu. E o que foi publicado [até aqui] está alinhado com o plano de governo”, diz ao lembrar do Renda Família, mas também de outras medidas.

“Determinei ao secretário de Governo [Arthut Bernardes] que editasse o texto sobre governança para dar mais transparência à gestão. Mas quem decide a gestão sou eu”, ressaltou. “São legítimas as mudanças implementadas por mim.”

Confira o podcast Poder em Jogo: