Do Mais Goiás

Suspeitos de matar agente penitenciário em MG morrem em ação policial em Catalão

Com os três suspeitos, as equipes da Polícia Militar de Goiás (PM) apreenderam sete armas de fogo

Três suspeitos de participarem do assassinato de um agente penitenciário, de 28 anos, em Minas Gerais morreram em ação policial na zona rural de Catalão. (Foto: Divulgação/PM)
Três suspeitos de participarem do assassinato de um agente penitenciário, de 28 anos, em Minas Gerais morreram em ação policial na zona rural de Catalão. (Foto: Divulgação/PM)

Três suspeitos de participarem do assassinato de um agente penitenciário, de 28 anos, em Minas Gerais morreram em ação policial na zona rural de Catalão. Com eles, equipes da Polícia Militar de Goiás (PM) apreenderam sete armas de fogo. O caso ocorreu na tarde desta quinta-feira (9).

O assassinato do agente penitenciário ocorreu na noite de quarta-feira (8), quando ele e outro policial penal, de 26 anos, estavam indo para uma festa na cidade mineira de Araguari. Segundo consta na ocorrência da PM de Minas, os agentes seguiam para um rancho juntamente com os criminosos.

Um deles, de acordo com o documento, teria ordenado que o motorista entrasse em uma estrada de terra. Após a ordem, um dos suspeitos disparou contra o agente penitenciário que estava no banco do passageiro e morreu na hora. O policial penal que dirigia o veículo conseguiu fugir e se escondeu em cima de uma árvore.

Depois do crime, os três suspeitos fugiram do município mineiro e foram para Catalão. Por volta das 15h de quinta (9), militares de Goiás se depararam com os criminosos às margens do Ribeirão Pirapitinga. Conforme conta a PM, os homens resistiram à prisão e dispararam contra os policiais.

Os militares, então, revidaram a agressão e atingiram os suspeitos. Eles foram socorridos e encaminhados ao Hospital Santa Casa, mas não resistiram aos ferimentos e morreu no local. Os suspeitos foram reconhecidos pelo agente penitenciário sobrevivente como autores do assassinato.