Violência

Suspeitos de assassinar transexual em Goiânia foram identificados, diz polícia

De acordo com o delegado, Rony foi vítima de esganadura e o local do crime sugere que houve briga antes do assassinato; ela foi encontrada morta pela mãe


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 07/10/2019 às 18:10:30

Suspeitos de matarem transexual foram identificados, diz polícia (Foto: Redes Sociais)
Suspeitos de matarem transexual foram identificados, diz polícia (Foto: Redes Sociais)

Os suspeitos de terem matado a transexual Rony Gonçalves, de 47 anos, já foram identificados, segundo a Polícia Civil (PC). Os nomes deles não foram divulgados para não atrapalhar as investigações. Rony foi morta na madrugada do último domingo (6), na casa que morava, localizada no Jardim América, em Goiânia.

Segundo o delegado Rilmo Braga Cruz Júnior, da Delegacia de Investigações de Homicídios (DIH), Rony foi morta por esganadura e motivação fútil. Rilmo também conta que cinco testemunhas já foram ouvidas, mas que toda a dinâmica do crime ainda não pode ser passada devido ao sigilo das investigações. “Sabemos que bebidas alcoólicas foram consumidas no local. Vestígios encontrados também dão a perceber que houve briga antes do assassinato”, afirma.

O corpo de Rony foi encontrado pela mãe, por volta das 11 horas da manhã. Ela teria estranhado a demora da filha para se levantar e não atender às ligações. Ela estava nua, coberta por um lençol e em cima da cama. Rony tinha 47 anos de idade.