Do Mais Goiás

Suspeitos de assaltarem agência do Bradesco em Goiânia são presos na Bahia

Troca de informações entre PMs de Goiás e do Estado vizinho possibilitaram a captura dos suspeitos

Após receberem informações da Rotam de Goiás, policiais militares da Bahia prenderam no final da manhã desta quarta-feira (23), nas proximidades da cidade de Riacho de Santana, Bahia, cinco suspeitos de pertencer à quadrilha que assaltou em Goiânia a agência do Bradesco da Avenida Anhanguera, no Setor Leste Vila Nova, nesta terça-feira (22).

Com os presos, que estavam em um carro importado com placas de Aparecida de Goiânia, os policiais baianos apreenderam mais de R$ 100 mil em notas de R$ 50 e R$ 100. Um dos suspeitos que foi preso hoje teria sido filmado durante o assalto praticado ontem em Goiânia.

Entre os presos estava Bruno Sales Delfino Batista, 20 anos, que tem passagem pela polícia goiana por assalto e por homicídio. Ele cumpre pena em regime aberto pelo roubo e está na condição de indiciado por homicídio, mas, em liberdade. Conforme destacou o comandante da Rotam, ele é o líder do bando, mora no Novo Mundo e é suspeito de outros crimes.

Outro preso em Riacho de Santana foi Yves Matheus Miranda Correia Silva, de 22 anos, que apesar de ser suspeito em vários delitos, não responde por nenhum deles. Yves também é morador da região de Novo Mundo, na capital. Tanto Yves quanto Bruno Delfino e os outros três detidos na Bahia foram reconhecidos pelas vítimas do assalto desta terça-feira, na agência do Bradesco em Goiânia.

O comandante da Rotam, tenente coronel Newton Castilho, considera que só com a chegada dos presos a Goiânia será possível avaliar se eles utilizam documentos verdadeiros ou falsos e se estão envolvidos em outros crimes. Se os veículos que usavam são veículos regulares ou adulterados. “Vamos esperar para cruzarmos as informações que eles forneceram com os dados de que dispomos”, explicou. Além do grupo detido, os policiais acreditam que outros integrantes ainda possam estar foragidos.

Os assaltantes não portavam armas. Além do IX35 Hyundai que eles usaram no assalto, estavam em um Vectra (Chevrolet). Com eles, os policiais da Bahia encontraram grande quantidade de dinheiro em espécie, produto do roubo ao banco. O flagrante foi lavrado na delegacia policial de Bom Jesus da Lapa, de onde eles serão recambiados ao estado de Goiás.

Assalto

Os assaltantes aproveitaram a chegada do gerente do Bradesco, por volta das 7h30 desta terça-feira, para entrar na agência. O líder da quadrilha, Bruno Delfino, usava um chapéu e um jaleco do banco. Seguido por outros comparsas, ele anunciou o assalto ao gerente e rendeu o guarda. Pediu a arma dele, retirou toda a munição e a devolveu em seguida. Aos poucos, renderam os funcionários que chegavam, mantendo-os reféns. Só às 10h, quando a agência foi aberta, eles saíram levando o dinheiro

Quatro deles entraram na agência, enquanto outros aguardavam do lado de fora. Imediatamente depois, as equipes de inteligência das forças policiais militares já sabiam o modelo de um dos veículos usados no crime, a placa, e agiram de forma integrada com os outros estados, no sentido de bloquear a quadrilha em fuga. De acordo ainda com o comando da Rotam, alguns membros que estão foragidos deverão ser presos.