Laylla Alves
Do Mais Goiás

Suspeito flagrado com atestados em branco alega ter covid para não ser preso, em Goiânia

Além de atestados, suspeito portava medicamentos e carimbos de médicos

Guarda prende servidor com atestados, carimbos e medicamentos em Goiânia

A Guarda Civil Metropolitana (GCM) prendeu um servidor da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Maria Pires Perillo com com atestados, carimbos e medicamentos da unidade de saúde. O caso aconteceu nesta terça-feira (2), em Goiânia.

De acordo com a GCM, a equipe realizava patrulhamento nas unidades municipais. Ao ver um funcionário saindo da referida unidade, por conta de denúncias e um boletim de ocorrência que foram feitos anteriormente, a equipe abordou um senhor, que ao descer do veículo falou que estaria com covid-19.

Porém, a equipe persistiu e realizou a abordagem. Dentro do veículo foi encontrado um saco transparente com medicamentos, gazes, carimbos de médicos e atestados em branco carimbados. A Polícia Militar (PM) e a diretoria da unidade foram acionados.

A equipe constatou que os produtos encontrados eram da unidade. Ele foi preso pelo crime de peculato (que é é um crime que consiste na subtração ou desvio, mediante abuso de confiança, de dinheiro público ou de material, para proveito próprio ou alheio, por funcionário público que os administra ou guarda).

Em nota ao Mais Goiás, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que servidor já foi afastado e continuará até que o processo seja julgado. “O departamento jurídico da Secretaria de de Saúde também abrirá sindicância para apurar o fato ocorrido”, finalizou.

*Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do portal www.emaisgoias.com.br pelo WhatsApp (62) 98272-3896 ou entre em contato pelo (62) 3259-6500