Suspeito de ter matado sanfoneiro de dupla sertaneja é solto em audiência de custódia

Felipe Divino Mendonça de Melo, de 20 anos, foi ferido ao tentar separar uma briga em uma festa

Jackson da Silva Guimarães, de 37 anos, suspeito de ter matado um homem a facadas foi liberado após audiência de custódia no dia 8 de agosto, um dia após o crime. A vítima, Felipe Divino Mendonça de Melo, de 20 anos, era sanfoneiro na banda da dupla sertaneja Racyne e Rafael.

O crime aconteceu durante uma festa no Setor Recanto das Minas Gerais, em Goiânia. De acordo com a Polícia Militar, Felipe foi ferido com uma facada na barriga ao tentar separar uma briga.

Ainda segundo a PM, após o crime, Jackson fugiu do local. Ele foi localizado em sua residência no Setor Santo Hilário, e encaminhado para a Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios.