INUSITADO

Suspeito de roubo apanha da vítima e registra B.O por agressão, no Paraná

Segundo o suspeito, ele apanhou do dono da casa que tentava invadir. Um registrou um B.O pela tentativa de roubo e o outro pela agressão

Brasil

Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 05/01/2020 às 18:45:15

Segundo o suspeito, ele apanhou do dono da casa que tentava invadir. Um registrou um B.O pela tentativa de roubo e o outro pela agressão (Foto: Reprodução)
Segundo o suspeito, ele apanhou do dono da casa que tentava invadir. Um registrou um B.O pela tentativa de roubo e o outro pela agressão (Foto: Reprodução)

Um homem suspeito de tentativa de furto em uma residência de Umuarama, Paraná, registrou um boletim de ocorrência contra o dono da casa depois de apanhar da vítima de roubo. O caso aconteceu na última sexta-feira (3).

A Polícia Militar (PM) foi chamada pelo morador, que teria dito que flagrou dois suspeitos tentando pular o muro de sua casa, possivelmente para assaltar. A PM fez buscas na região, mas não conseguiu localizá-los.

Cerca de duas horas mais tarde, o morador da casa e um dos suspeitos se encontraram por acaso no Pronto Atendimento Municipal da cidade. Ao reconhecer o suposto assaltante, o morador chamou a polícia novamente.

“Encaminhamos os dois para a delegacia. Chegando lá, o suspeito disse que o outro cidadão, que seria a vítima do roubo, teria agredido ele. Acredito eu, que o outro cidadão deve ter ficado nervoso e queria fazer justiça, batendo no cara. E daí esse possível autor do crime de roubo disse que teria apanhado e que, no entendimento dele, isso seria uma tentativa de homicídio”, explicou o policial militar Guilherme Schnaider.

Ambos passaram pelo Instituto Médico Legal (IML) para fazer exame de corpo de delito. “Um registrou um boletim pela tentativa de roubo e o outro pela agressão. Ficou uma ocorrência bem confusa”, finaliza Schnaider.

O outro suspeito da tentativa de assalto ainda não foi localizado. “A PM apresentou um furto, mas não houve um fechamento do B.O. Eles assinaram um termo de compromisso para comparecem na delegacia, para cada um explicar a sua versão”, explicou o investigador da 7ª Subdivisão Policial de Umuarama, Wilfredo Ally.

*Com informações do portal UOL