Homicídio

Suspeito de matar mulher grávida em Palmeiras de Goiás está foragido

Polícia suspeita que Nikkson Garcia era pai da criança de quem a vítima estava grávida


Artur Dias
Do Mais Goiás | Em: 09/08/2019 às 19:33:07

Riksson Garcia está foragido (Foto: Reprodução / Redes Sociais)
Riksson Garcia está foragido (Foto: Reprodução / Redes Sociais)

O principal suspeito de ter matado uma mulher grávida em Palmeiras de Goiás está foragido. Niksson Garcia foi alvo de dois mandados de busca e apreensão da Polícia Civil nesta sexta-feira (9). Contudo, ele não foi encontrado.

Os mandados foram cumpridos na residência dele e em um posto de gasolina onde ele trabalhava. No estabelecimento comercial foram encontradas munições. Ao cumprir o mandado na casa do suspeito, os agentes encontraram Suellen Oliveira Sousa. Ela trabalhava na casa de Niksson como faxineira. A mulher foi detida porque existia um mandado de prisão por tráfico de drogas contra ela.

De acordo com a corporação, a suspeita é que Niksson seria o pai da criança de quem Mirian da Cruz Ferreira de Oliveira, de 23 anos, estava grávida. O crime teria sido cometido na madrugada do dia 26 para o dia 27. No dia 28 Niksson desapareceu.

Relembre o caso

Mírian tinha 23 anos e estava grávida de quatro meses. Ela foi encontrada morta e nua no dia 27 de julho na zona rural de Palmeiras de Goiás. Segundo informações da PC, ela já havia registrado um Boletim de Ocorrência, em junho, por ter sido ameaçada de morte.

Mirian estava sendo ameaçada de morte e chegou a registrar um Boletim de Ocorrência em junho deste ano (Foto: Redes sociais / Facebook)

Mirian estava sendo ameaçada de morte e chegou a registrar um Boletim de Ocorrência em junho deste ano (Foto: Redes sociais / Facebook)

Dias antes de ser encontrada morta, a vítima publicou no Facebook que estava sendo ameaçada e afirmou: “eu não tenho medo de ameaça”. Em outro trecho da publicação Mirian diz “próxima ameaça vai rolar o nome dos grandes de Palmeiras aqui, que acham que porque têm dinheiro pode ameaçar os outros”.