Do Mais Goiás

Suspeito de matar locutor em Mineiros é morto por policiais em Aragarças

Segundo a Polícia Militar (PM), Jhonata Alves de Souza reagiu com disparos ao cumprimento de mandado de prisão

Suspeito de matar locutor em Mineiros é morto em confronto com policiais em Araguarças
Suspeito de matar locutor em Mineiros é morto em confronto com policiais em Aragarças

O suspeito de matar o locutor Laurency Silva de Souza, de 33 anos, mais conhecido como Montanha, em Mineiros, no último dia 5 de dezembro, morreu em confronto com policiais Comando de Policiamento Especializado (CPE) em Aragarças, na madrugada desta terça-feira (5). Segundo a corporação, Jhonata Alves de Souza (foto) reagiu com disparos quando policiais cumpriam o mandado de prisão que estava em aberto.

Os policias foram até a cidade após uma denúncia anônima sobre o paradeiro dele. Jhonata já estava sendo procurado pela Polícia Civil (PC) após ser apontado como autor dos disparos que vitimaram Laurecy.

A PM afirma que os policiais entraram no local e já foram recebidos a tiros. Os militares revidaram e acertaram Jhonata. O resgate chegou a ser acionado, mas o suspeito não resistiu aos ferimentos. Um revólver calibre 38 foi apreendido.

Relembre o caso

Segundo a PC, a motivação do homicídio seria o fato do homem estar inconformado com o término do relacionamento com a enteada do locutor. Com isso, no dia do crime, Jhonata foi até a casa da mãe da ex-esposa, desligou a energia, quebrou a cerca elétrica e pulou as grades para invadir a residência. No interior do local, o suspeito efetuou diversos disparos que atingiram o locutor. Laurecy morreu na hora. A ex-sogra de Jhonata também foi baleada no rosto.

Um jovem de 23 anos, suspeito de participar do assassinato do locutor, foi preso pela corporação no último dia 10 de dezembro. De acordo como delegado João Paulo Mendes, o jovem preso, que não teve o nome divulgado, seria o responsável de levar Jhonata até o local onde aconteceu o assassinato.

A ex-companheira só não foi atingida porque se escondeu dentro do quarto e colocou um cama na porta para evitar na entrada do ex no cômodo. Depois disso, o suspeito fugiu do local em uma caminhonete S-10, que era dirigida pelo jovem detido. Câmeras de segurança flagraram o veículo no local do crime.

Com a identificação do veículo, o delegado solicitou um mandado de busca e apreensão e outro de prisão contra o jovem, que foram cumpridos pelos policiais civis. A Justiça também expediu mandado contra Jhonata.