Se entregou

Suspeito de matar fisioterapeuta em Vianópolis é preso

Diego Henrique Lima, de 30 anos, se apresentou à policia no início da tarde desta sexta-feira. Ele alegou que tiro que matou Caillane Marinho foi acidental




O suspeito de matar a fisioterapeuta Caillane Marinho, de 27 anos, se apresentou à Polícia Civil de Vianópolis no início da tarde desta sexta-feira (14). O agropecuarista Diego Henrique Lima, de 30 anos, foi acompanhado por quatro advogados.

Durante a apresentação, o delegado Marcos Vinícius da Costa Júnior cumpriu mandado de prisão preventiva que havia sido expedido pela juíza de Vianópolis, Marli de Fátima Naves, e prendeu Diego, que já foi encaminhado para a Unidade Prisional de Vianópolis.

Segundo o delegado, Diego disse que, durante a discussão com Caillane, tentou se matar e chegou a destravar a arma e apontá-la para a sua cabeça, momento em que a companheira teria tentado intervir e acabou sendo atingida. “Ele alega que foi um tiro acidental”, frisou Marcos Vinicíus.

Ainda de acordo com o delegado, Diego possui porte de arma, mas não tinha a documentação da arma que atingiu Caillane.

O Crime 

Caillane foi morta com um tiro na cabeça na noite do último sábado (8), em Vianópolis. Diego, que namorava há seis meses e morava há dois com a fisioterapeuta, se tornou o principal suspeito. Segundo a Polícia Civil, testemunhas relataram que as brigas entre eles seriam constantes, principalmente por ciúmes. No dia do crime, a casa deles foi encontrada revirada, o que poderia indicar um possível desentendimento que culminou no homicídio.