OUTRO SUSPEITO ESTÁ PRESO

Suspeito de matar advogado morre em confronto com a PM no Tocantins

O segundo suspeito de participar da execução dos advogados foi preso hoje pela manhã em Palmas, também no Tocantins


Aulus Rincon
Do Mais Goiás | Em: 30/10/2020 às 21:17:31

Um homem suspeito de participar da execução de dois advogados, em Goiânia, morreu nesta sexta, após troca de tiros com a PM do Tocantins. (Foto: reprodução)
Um homem suspeito de participar da execução de dois advogados, em Goiânia, morreu nesta sexta, após troca de tiros com a PM do Tocantins. (Foto: reprodução)

Um homem de 24 anos suspeito de ter participado da execução de dois advogados, em Goiânia, morreu no início da noite desta sexta-feira (30), após troca de tiros com policiais militares do Tocantins.

Jaberson Gomes Lopes foi localizado na cidade de Porto Nacional, no Tocantins, após troca de informações entre militares daquele estado, equipes da Rotam e do Serviço Aéreo de Goiás.

O segundo suspeito de participar da execução dos advogados Frank Alessandro Carvalho de Assis, de 41 anos, e Marcus Aprígio Chaves, de 47 anos, foi preso hoje pela manhã em Palmas, também no Tocantins.

Pedro Henrique Martins Soares, de 22 anos, já está sendo trazido para Goiânia e será apresentado à imprensa amanhã cedo.

Os dois advogados foram executados com tiros na cabeça dentro do escritório onde trabalhavam na Rua 9 A, no Setor Aeroporto, na tarde da última quarta-feira.