Preso

Suspeito de mandar matar os pais e o irmão no Pará é preso em Goiânia

Henrique Buchinger mudou-se com uma irmã para a Capital dez dias após crime, ocorrido no início deste mês em Altamira





//

Em apoio a policiais civis do Pará, uma equipe do Serviço de Inteligência da Polícia Civil de Goiás prendeu no final da tarde desta terça-feira (19/01), em Goiânia, Henrique Buchinguer Alves, de 25 anos, que é suspeito de ter mandado matar seus próprios pais e um irmão. O crime aconteceu no último dia 6 de janeiro em Altamira, no sudoeste do Pará.

O suspeito estava morando em um apartamento no Setor Bueno, junto com uma irmã, que veio com ele para a Capital no último domingo (17/01).

Empresários bem sucedidos em Altamira, Luís Alves Pereira, a esposa Irma Buchinger Alves, e o filho do casal, Ambrosio Buchinger Neto, foram mortos asfixiados dentro da casa em que moravam, na Rua Anchieta, no Bairro Sudam I, região central da cidade, na madrugada do último dia sete.

Para a polícia, Henrique Alves contou que quatro criminosos que entraram armados no imóvel à procura de dinheiro renderam a família e trancaram ele e a irmã Chiara Buchinger em um banheiro, local diferente de onde mantiveram reféns os pais e o outro irmão.

Henrique disse ainda que conseguiu fugir junto com a irmã por uma janela e acionou a polícia, que quando chegou ao imóvel encontrou os pais e o irmão dele já sem vida. O casal foi assassinado com uma fita adesiva plástica e o irmão dele com cadarços de um tênis. Os bandidos teriam levado dinheiro e um carro da família, que foi localizado abandonado no mesmo dia pela polícia.

Contradições no depoimento de Henrique Buchinger fizeram com que o Delegado Vinícius Dias, Seccional de Altamira, e responsável pelas investigações, solicitasse junto à Justiça a prisão dele e de outros três acusados de participação no assassinato, o que acabou acontecendo no início desta semana.

Localizado no apartamento onde estava morando com a irmã, Henrique não esboçou reação. Como estava apenas dando apoio aos colegas do Pará, a Polícia Civil de Goiás não deu mais detalhes sobre a investigação.

Acusados de terem matado os três familiares a mando de Henrique, Matheus de Oliveira Costa e Francisco Denis Leite também foram presos ontem de forma temporária em Altamira, e Aguinaldo Soares na cidade Paraense de Itaiatuba. Há informações de que uma quinta pessoa, que não teve o nome divulgado, também estaria envolvida nos assassinatos. A polícia do Pará não informou se a irmã que veio com Henrique para Goiânia teria envolvimento no crime, mas ela ainda não teve a prisão solicitada.

Como os empresários eram bastante conhecidos, o crime chocou os moradores de Altamira. A polícia ainda não divulgou o que teria motivado o assassinato.