Do Mais Goiás

Suspeito de invadir casa em Rio Verde acusa PM de roubar R$ 20 dele

Suspeito estava nas proximidades há três dias e brincava com o cachorro da família

Preso suspeito de invadir uma casa e agredir moradores, em Rio Verde. Homem ainda acusou policiais de roubarem R$ 20 reais da carteira dele
Preso suspeito de invadir uma casa e agredir moradores, em Rio Verde. Homem ainda acusou policiais de roubarem R$ 20 reais da carteira dele (Foto: Reprodução/Internet)

A Polícia Militar prendeu um homem suspeito de invadir uma casa e agredir moradores, na cidade de Rio Verde, no sudoeste de Goiás. Na delegacia, o suspeito se recusou a se identificar e depois que os policiais procuraram os documentos na carteira dele, o homem acusou os agentes de roubar R$ 20 dos pertences dele.

De acordo com a Polícia Militar, a equipe foi acionada nesta segunda-feira (31) depois que uma mulher informou que um homem havia invadido a casa dela no setor Morada do Sol.

Aos policiais, a vítima relatou que o suspeito estava nas proximidades há três dias e quando abriam o portão ele brincava com o cachorro da família. “Eles chegaram a perguntar o que homem queria e ele respondeu questionando sobre uma casa para alugar na região”, detalhou a PM. Contudo, desta última vez, o homem começou a xingar a família, depois que eles perguntaram se o suspeito precisava de algo.

A mulher narra que o suspeito entrou dentro da residência, tentando trancar todos do lado de fora e quebrou alguns objetos da casa. No entanto, uma das vítimas conseguiu entrar e conter o homem. Durante a luta contra o suspeito, a vítima machucou a mão.

Os PMs chegaram e conseguiram prender o suspeito e o levaram para a delegacia da cidade. Na delegacia, o homem proferiu diversas ofensas contra os policiais e negou se identificar.

“A equipe abriu a carteira, mas não encontrou documentos, apenas uma quantia de R$12,00 em dinheiro. Então o homem alegou que ele, na verdade, tinha outros R$ 20,00 e acusou os policias de terem roubado”, detalhou a polícia.

O suspeito ainda disse que não se importava de ser preso e voltou a ameaçar os agentes. Apesar de tudo, ele continuou preso. Procurado pela reportagem, o delegado não informou se o homem já foi identificado e o processo usado para isso.