Crime

Suspeito de integrar quadrilha do Novo Cangaço morre em confronto com a PM

Cleuber Henrique, que havia fugido de um bloqueio na noite passada entre Catalão e Ouvidor, estava armado com uma submetralhadora


Karla Araujo
Do Mais Goiás | Em: 03/08/2017 às 18:04:14

Os policiais encontraram carregadores de pistola, munições de fuzil e escopeta calibre 12 (Foto: PM)
Os policiais encontraram carregadores de pistola, munições de fuzil e escopeta calibre 12 (Foto: PM)

A perseguição a ocupantes de um caminhão que na noite de quarta-feira (2) atiraram de fuzil contra equipes da Polícia Militar perto de Três Ranchos, no Sudeste Goiano, terminou, na manhã de hoje (3), com um dos suspeitos mortos. A PM tem indícios de que ele e os comparsas que fugiram atacariam bancos em cidades do interior goiano neste final de semana.

Foi durante uma abordagem de rotina na GO-330, entre Catalão e Ouvidor, que quatro homens que ocupavam um caminhão Volvo, além de não atenderem à ordem de parada, ainda dispararam vários tiros de fuzil contra militares do batalhão Rodoviário. Após solicitarem reforço, os militares passaram a acompanhar o caminhão, que logo foi abandonado às margens da rodovia, ao lado de uma mata fechada.

Dentro do caminhão, os policiais encontraram carregadores de pistola, munições de fuzil e escopeta calibre 12, e explosivos acondicionados em chapas metálicas, geralmente usados na explosão de caixas eletrônicos. Poucas horas depois, militares da Rotam, Grupo de Radiopatrulha Aérea (Graer), Comando de Operações de Divisas (COD), Serviço de Inteligência (PM-2), e do Grupo de Patrulhamento Tático (GPT), chegaram em apoio.

Após uma varredura durante a madrugada, os policiais encontraram, na manhã de hoje, em uma mata perto de onde o caminhão foi abandonado, uma camionete modelo Amarok que tinha dentro vários documentos, entre eles o de uma camionete importada modelo Hillux. O veículo estava em nome de Cleuber Henrique Farnese Andrade, de 28 anos, e que possuía diversas passagens por roubo a banco, na modalidade conhecida como “Novo Cangaço”.

Após buscas pela região, os policiais chegaram até a casa de Cleuber, que fica perto da cidade de Três Ranchos. Segundo a PM, ao cercarem o imóvel, as equipes foram recebidas com tiros de submetralhadora calibre Nove Milímetros. No revide, Cleuber foi ferido, e mesmo socorrido pelo Corpo de Bombeiros, morreu ao dar entrada no hospital de Catalão.

Na casa dele, os policiais apreenderam, além da metralhadora, munições de fuzil, a capa de um colete balístico, e dois rádios comunicadores. Para o assessor de Comunicação Social da PM, tenente coronel Marcelo Granja, muitas são as evidências de que eles roubariam bancos em Goiás. “O armamento pesado e os explosivos já prontos para serem detonados nos trazem essa certeza, mas graças ao olhar atento dos patrulheiros do Batalhão Rodoviário, nós conseguimos impedir essa ação”, pontuou.

Em 4 de novembro do ano passado, Cleuber Henrique havia sido preso em flagrante perto de Patos de Minas, em Minhas Gerais, junto com três comparsas, horas depois de explodir caixas eletrônicos de uma agência do Banco Itaú, na cidade mineira Três Marias. Na tarde desta quinta-feira, as equipes especializadas da Polícia Militar de Goiás continuam realizando buscas na região de Três Ranchos à procura dos outros três suspeitos que fugiram na noite de ontem.