Estelionato

Suspeito de golpes é flagrado com 40 documentos falsos

Na casa de Sebastião Barbosa, a polícia apreendeu dezenas de documentos em branco. Esposa dele também tinha Rgs e CPFs falsos





//

A procura por um suspeito de aplicar golpes levou agentes do Grupo de Repressão a Estalionatos e Outras Fraudes (GREF) da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic) a prender em Trindade um homem que usava 19 CPFs e 21 Carteiras de Identidade falsas. A esposa dele também foi flagrada com 15 documentos irregulares.

Na semana passada a Delegada Mayana Rezende, chefe do GREF da Deic descobriu que Sebastião Barbosa de Souza, de 47 anos, estava usando documentos falsos para fazer compras e abrir contas em bancos de Goiás. Após conseguir junto à Justiça a decretação da prisão temporária dele, a equipe da Deic seguiu até o Setor São Bernardo em Trindade e conseguiu localizá-lo.

Dentro do imóvel, os agentes encontraram dezenas de documentos falsos, folhas de contra cheques, títulos de eleitores carteiras de trabalho e certidões de nascimento em branco além de um computador portátil, carimbos e duas impressoras.

O que mais chamou a atenção dos policiais, porém, foi a grande quantidade de documentos que Sebastião tinha em seu nome mas com números diferentes. “Estamos aguardando uma resposta do SPC para saber quantas pessoas e bancos o Sebastião enganou, mas pela quantidade de documentos apreendidos com ele a suspeita é que este número seja superior a 20”, relatou Mayana Rezende.

De acordo com a delegada, a suspeita é que com os documentos falsos Sebastião tenha aberto contas em vários bancos, e além de conseguir cheques e cartões, também tenha tido acesso a empréstimos. A casa em que ele morava desde janeiro, destacou a titular do GREF da Deic, está em reforma, e no momento da chegada dos policiais contava com várias pessoas trabalhando na obra. A Esposa de Sebastião, Ducirlene Barbosa de Souza, de 40 anos também estava com oito identidades e sete Cpfs falsos, mas como colaborou com as investigações acabou não sendo autuada em flagrante.

Ela e o marido foram indiciados por estelionato e uso de documentos falsos. Em entrevista, Sebastião Barbosa confirmou que falsificou os documentos para aplicar golpes, mas afirmou que estava arrependido, e que quando sair da prisão vai mudar de vida. “Não lucrei um centavo até agora, e a única coisa que ganhei foi a cadeia”, afirmou.  

Tópicos