Do Mais Goiás

Suspeito de estuprar a filha surda e grávida é preso em São João D’Aliança

Segundo investigação, filha era estuprada quando marido dela saía para o trabalho. Pai também é investigado por descumprir uma medida protetiva por tentar estuprar a enteada, de apenas 13 anos

Suspeito de estuprar a filha surda e grávida é preso em São João D'Aliança
O homem também é investigado por descumprir uma medida protetiva contra a ex-companheira e tentar estuprar a enteada, de apenas 13 anos (Foto: Divulgação/PC)

A Delegacia de Polícia de Alto Paraíso de Goiás cumpriu um mandado de prisão, na manhã desta terça-feira (2), contra um homem de 44 anos suspeito de estuprar sua própria filha surda e muda que está grávida. O caso ocorreu em São João D’Aliança, na região da Chapada dos Veadeiros. O homem ainda teria tomado documentos da moça para fazer uso de benefícios da Previdência Social destinados à vítima.

As investigações começaram quando uma mulher de 38 anos, ex-companheira do suspeito, fez uma denúncia à polícia dizendo que desconfiava que o homem abusava da própria filha. Em depoimento, ela disse já ter encontrado papel higiênico manchado de sangue ao lado do móvel da cama em que a vítima dormia.

De acordo com a delegada Bárbara Buttini, responsável pelo caso, a filha do suspeito, de 22 anos, confirmou em depoimento que era abusada sexualmente pelo pai desde muito jovem.

“Ela disse que, apesar de estar casada, ter saído de casa e estar grávida, o pai continuava estuprando ela quando o marido saía para o trabalho”, detalhou a delegada.

Outros crimes

A Polícia Civil também investiga o homem por ter descumprido uma medida protetiva atribuída a uma ex-companheira. Além de uma tentativa de estupro contra a enteada, de apenas 13 anos de idade, contra quem teria praticado tentativa de estupro de vulnerável.