Do Mais Goiás

Suspeito de clonar dados bancários em Goiânia é preso com 30 computadores

Homem tem 34 anos e é investigado por estelionato; equipamento está avaliado em R$ 123 mil

Computadores apreendidos em posse do suspeito de estelionato (Foto: Polícia Civil)
Computadores apreendidos em posse do suspeito de estelionato (Foto: Polícia Civil)

A Polícia Civil prendeu em Goiânia um homem de 34 anos suspeito de clonar dados bancários e cadastrais para fazer compras em nome de outras pessoas. A prisão aconteceu em Goiânia, na noite de terça-feira (8). Com o homem, havia nada menos do que 30 computadores da marca Vaio, avaliados em R$ 123 mil e adquiridos de forma ilegal. Já se apurou que este homem faz parte de uma organização criminosa.

Os estelionatários mandavam entregar a mercadoria na casa de “laranjas”. A operação foi conduzida por policiais da 16ª Delegacia Distrital de Polícia (DDP), sob o comando do delegado Bruno Henrique Soares Mateus. Bruno receberá jornalistas das 15 às 17h30 para apresentar informações sobre o caso. O suspeito foi encontrado no setor Bougainville.

Os esforços da polícia agora se concentram em identificar os outros integrantes da operação criminosa e localizar demais mercadorias que tenham sido produto de crime. O homem preso ontem possui ampla ficha de antecedentes criminais e já havia sido preso por estelionato, falsidade ideológica e uso de documento falso.