Do Mais Goiás

Suspeito de agredir Silvye Alves segue preso e aguarda por audiência

Segundo jornalista, que é ex-namorada de Ricardo, ele a atacou com socos e chutes na frente do filho dela, de 11 anos

Foto: Reprodução

O empresário catarinense Ricardo Hilgenstieler, acusado de agredir a jornalista e apresentadora Silvye Alves, continua preso em Goiânia e deve passar por uma audiência de custódia na tarde desta terça-feira (22). A agressão teria ocorrido na casa da vítima, na noite do último domingo (20). Segundo Silvye, que é ex-namorada de Ricardo, ele a atacou com socos e chutes na frente do filho dela, de 11 anos.

Conforme a Polícia Civil, Silvye acionou o socorro policial ainda na noite de domingo e uma busca pelo suspeito teve início. Ricardo foi encontrado na manhã desta segunda (21), no Aeroporto Santa Genoveva, quando tentava fugir para Santa Catarina, terra natal dele.

Ao Mais Goiás, a delegada interina da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam), Aline Leal, informou que o suspeito está preso e à disposição da Justiça. Segundo ela, como o procedimento de prisão Ricardo foi finalizado nesta tarde, a audiência deve ocorrer na terça.

Destaca-se, segundo o Código de Processo de Penal, “após receber o auto de prisão em flagrante, no prazo máximo de até 24 horas após a realização da prisão, o juiz deverá promover audiência de custódia com a presença do acusado, seu advogado constituído ou membro da Defensoria Pública e o membro do Ministério Público”.

Acusações

Ainda de acordo com a delegada, o empresário pode responder pelos crimes de lesão corporal e injúria – uma vez que ele também teria xingado Silvye de “vagabunda” – e há possibilidade de a prisão em flagrante ser convertida em preventiva.

Em nota, a Record TV repudiou o ocorrido com Silvye Alves e afirmou que “que presta todo apoio necessário à profissional neste momento tão delicado”.

Veja:

“É inadmissível que os casos de violência contra a mulher aumentem a cada ano, apesar de todos os esforços em denunciar a gravidade dos casos. Números que, infelizmente, cresceram durante a pandemia: uma em cada quatro mulheres acima de 16 anos afirma ter sofrido algum tipo de ataque no último ano no Brasil, durante a pandemia de Covid, segundo pesquisa do Instituto Datafolha encomendada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) divulgada em junho.

Infelizmente nossa apresentadora do Cidade Alerta em Goiânia, a jornalista Silvye Alves, que tantas vezes no programa denunciou os casos de violência doméstica, foi vítima de agressão na madrugada desta segunda-feira (21/06). A Record TV recebeu a notícia com profunda indignação e esclarece que presta todo apoio necessário à profissional neste momento tão delicado.

Acreditamos que toda a sociedade deve se mobilizar para que situações como essa não ocorram e que os agressores sejam devidamente punidos.

Reiteramos nosso repúdio a qualquer tipo de violência e prestamos nossa solidariedade à Silvye Alves e a todas às vítimas deste tipo de crime.

A Record TV ainda reafirma seu compromisso de apoio à luta contra a violência contra a mulher, num trabalho contínuo de denúncia e conscientização de toda a sociedade.”