Do Mais Goiás

Suspeito agride família, xinga policiais e resiste à prisão, em Anápolis

Testemunhas disseram à polícia que o suspeito estava sob efeito de drogas

vítima e a esposa latrocínio estava - latrocíniom em casa quando foram surpreendidos por dois homens, que usavam capacetes e portavam uma faca. Os suspeitos levaram R$ 6 mil das vítimas. - Comerciante é morto com facadas durante roubo a residência, em Goiânia
Imagem ilustrativa (Foto: Reprodução/Freepik)

A Polícia Militar (PM) prendeu um homem de 22 anos suspeito de agredir os familiares que estavam na casa da sua mãe – em especial a sua cunhada, que teve os lábios cortados com socos. Além das agressões, o suspeito entrou em luta corporal com os militares e precisou ser arrastado para passar por um exame de corpo de delito. O caso aconteceu em Anápolis a 59,3 km de Goiânia.

Testemunhas disseram à polícia que o suspeito estava sob efeito de drogas. Segundo as vítimas, depois de agredir a cunhada, o investigado a xingou e pegou uma faca de mesa para tentar matá-la. A ação foi impedida pelo marido da vítima, que também é irmão do preso.

Quando os policiais chegaram no endereço, o suspeito resistiu e ofendeu os agentes. Ele também fez ameaças, dizendo que familiares dos policiais sumiriam e que cuidaria para que, ao menos um deles, morresse.

Após ser levado ao Instituto Médico Legal (IML), o homem não desistiu, entrou em luta corporal com os policiais e precisou ser arrastado para realizar o exame. Na delegacia, ele foi autuado em flagrante por lesão corporal dolosa e injúria e está à disposição da Justiça.

*Com informações da Polícia Civil

Homens se negam a pagar conta de R$ 8,3 mil em prostíbulo e vão para delegacia em Anápolis; leia.