Supermercado é fechado por comercializar mercadoria roubada em Luziânia

Foram apreendidos alimentos, maços de cigarros e garrafas de vodka. A dona do estabelecimento foi presa em flagrante e responderá por receptação


Fabricio Moretti

Do Mais Goiás | Em: 21/11/2018 às 20:47:37


Supermercado foi fechado após ação da Polícia Civil (Foto: Reprodução/Polícia Civil)
Supermercado foi fechado após ação da Polícia Civil (Foto: Reprodução/Polícia Civil)

Nesta quarta-feira (21), a Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (Decar) juntamente à Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), deflagraram a segunda fase da Operação Latrinariam, que culminou no fechamento do estabelecimento comercial em Luziânia, cidade a 197 quilômetros de Goiânia. A proprietária do supermercado foi presa em flagrante por receptação.

As investigações davam conta que o supermercado, situado no Jardim Ingá, comercializava cargas roubadas e furtadas, entre alimentícios, bebidas e outros. No local, foram apreendidas 2,5 toneladas de alimentos, 2 mil maços de cigarro contrabandeados e 2 mil garrafas de vodka.

Ação da Polícia no momento da apreensão dos produtos (Foto: Reprodução Polícia Civil)

Uma espingarda calibre 44, foi localizada no interior do escritório junto ao supermercado. Os produtos subtraídos estavam expostos à venda e outra grande quantidade armazenada em galpões. Toda a mercadoria foi restituída ao proprietário.

De acordo com as investigações da Polícia Civil, os produtos foram subtraídos de uma transportadora situada no Recanto das Emas, região de Brasília, no final do mês de outubro. A Operação Latrinariam é responsável por desarticular a organização criminosa que pratica a receptação de cargas.