DECLARAÇÃO

Stevie Wonder critica racismo e diz que enxerga melhor que Trump

"Qual é a sensação de comemorar a liberdade que ainda estamos lutando para ter?", disse o cantor durante vídeo compartilhado nas redes


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 24/06/2020 às 10:43:11

"Qual é a sensação de comemorar a liberdade que ainda estamos lutando para ter?", disse o cantor durante vídeo compartilhado nas redes

Na última terça-feira (23) o cantor Stevie Wonder, 70 anos, disse hoje que se considera mais capaz de “enxergar” a realidade atual do que Donald Trump, presidente dos Estados Unidos. A fala se deu enquanto o cantor falava sobre os protestos contra o racismo após à morte de George Floyd, vítima de ação policial.

“É um dia ruim quando eu consigo enxergar melhor do que a sua [Trump] visão de 2020”, ironizou Stevie Wonder, que é cego, em um vídeo em que comenta os temas sociais e a discriminação racial.

Stevie Wonder levantou um questionamento ao se referir ao chamado “Juneteenth”, o dia 19 de junho, data em que se celebra a emancipação da escravidão no Texas e em todos os outros estados confederados do sul dos Estados Unidos.

“Qual é a sensação de comemorar a liberdade que ainda estamos lutando para ter? Hm, pareceu e ainda parece muito familiar. Eu conheço esta dança, eu já ouvi estas músicas”, disse ele.

“Eu ouvi a pessoa no mais alto posto de comando da nação dizer: ‘Há pessoas boas dos dois lados’. Isso parece algo que se diz sem compromisso. (…) Um dia, você com certeza vai lamentar”, completou Stevie Wonder, falando de Donald Trump sem citar o nome do presidente.

O vídeo de pouco mais de cinco minutos vem acompanhado do título ‘O universo está nos observando’ e Wonder pede que as manifestações contra o racismo não parem e que as pessoas se posicionem com atitudes, não apenas em pronunciamentos.

“Eu estive em uma luta de 18 anos para fazer do aniversário de Martin Luther King Jr um feriado nacional. Era uma luta que eu não estava disposto a perder. O racismo sistêmico precisa acabar. A brutalidade policial precisa acabar. A repressão econômica pode ter um fim. Um movimento sem ação é um movimento parado”, acrescentou Stevie Wonder.

Donald Trump ameaça usar militares para conter atos contra racismo

*Com informações do UOL