PRISÃO PREVENTIVA

Soldado do Exército que deu tiros para o alto em festa clandestina é preso no DF

Thalyson Silva apresentou-se no quartel nesta segunda-feira e foi levado para delegacia


Alexandre Bittencourt
Do Mais Goiás | Em: 04/01/2021 às 17:15:39

Imagem mostra um dos momentos em que soldado dispara para o alto (Foto: Reprodução)
Imagem mostra um dos momentos em que soldado dispara para o alto (Foto: Reprodução)

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu um soldado do Exército que sacou uma pistola e deu tiros para o alto em uma festa clandestina que aconteceu na região administrativa de Santa Maria, na manhã do dia 25 de dezembro. O soldado foi identificado dois dias depois. 

Trata-se de Thalyson Silva, de 21 anos, que está lotado no Quartel General. A Justiça decretou a prisão preventiva do soldado. “Tínhamos a informação da autoria e, desde então, estávamos em contato com o Exército. Hoje, dia 4, ele se apresentou no quartel e foi conduzido para a delegacia”, afirmou Paulo Fortini, delegado-adjunto da delegacia de Santa Maria. 

Há vídeos que mostram o ambiente da festa e o momento dos disparos. Havia no evento uma tenda para abrigar os participantes em caso de chuva. Os vídeos mostram também que a movimentação fechou o trânsito da rua, no conjunto H. A música ficou por conta de carros de som e a maioria dos presentes aparece nas imagens sem máscara de proteção facial – cujo uso é obrigatório no DF.

Um outro jovem que também disparou para o alto na festa, Luca Matheus Ribeiro Lima, está foragido. No dia do Réveillon, a Polícia Civil divulgou foto dele. As informações são do jornal Correio Braziliense.