Separação

Siameses Arthur e Heitor se preparam para cirurgia de separação

Arthur e Heitor nasceram no Materno Infantil em 2009 e são unidos pelo tórax, bacia e abdômen e compartilham fígado, intestino, bexiga e genitália.




//
//

Os gêmeos siameses Arthur e Heitor Brandão, de cinco anos, serão internados às 7h30 deste sábado, dia 21, no Hospital Materno Infantil, para iniciar os procedimentos de preparação para a cirurgia de separação, que será feita pelo médico cirurgião Zacharias Calil na próxima terça-feira, dia 24, a partir das 7 horas. Até lá os gêmeos serão monitorados pela equipe médica do HMI.

Arthur e Heitor nasceram no Materno Infantil em 2009 e são unidos pelo tórax, bacia e abdômen e compartilham fígado, intestino, bexiga e genitália. As crianças estarão com os pais, Eliana Rocha e Delson Brandão. Para Calil, a cirurgia será uma das mais complicadas já feitas na unidade. “O procedimento é de altíssima complexidade, mas temos toda a estrutura necessária para sua realização, além de contarmos com uma equipe muito experiente para auxiliar nessa etapa importante da vida dos meninos”, destaca.

A cirurgia é considerada de grande porte e a expectativa de duração é de 14 horas. Eliana, a mãe, está serena e resignada. “É uma cirurgia complicada, nos sabemos, mas acredito muito na minha vitória”. Eliana e Delson moram em Riacho de Santana (BA) e vieram para Goiás assim que souberam, durante a realização do pré-natal, que teriam gêmeos siameses. A mãe foi acolhida na Casa do Interior, mantida pela Organização das Voluntárias de Goiás, e deu à luz no Hospital Materno Infantil no dia 8 de abril de 2009. Aquele dia marcou o começo de um longo processo, que já dura quase seis anos.

De lá pra cá, Arthur e Heitor foram submetidos a sete cirurgias para a colocação de expansores – bolsas de silicone – procedimento indispensável, que antecede a cirurgia de separação. O último procedimento foi realizado em setembro e a esperança agora é de que os meninos reajam bem à cirurgia de separação.

Tópicos