Saúde

Siamesas nascidas no HMI continuam em estado gravíssimo

As crianças nasceram com 34 semanas, pesando juntas 3.300 quilogramas. Elas são unidas pelo tórax e abdômen, compartilhando o fígado e uma membrana do coração




As gêmeas siamesas nascidas no Hospital Materno Infantil (HMI) no dia 2 de maio permanecem em estado gravíssimo. Elas estão internadas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal e respiram com a ajuda de aparelhos desde o nascimento.

As crianças nasceram com 34 semanas, pesando juntas 3.300 quilogramas. Elas são unidas pelo tórax e abdômen, compartilhando o fígado e uma membrana do coração. e estão tomando medicamentos para manter o funcionamento do coração e dos rins.

A mãe, Jessyca Calado Guedes, de 24 anos, natural de Goiânia, esteve internada na maternidade do hospital desde o parto, mas recebeu alta no dia 6 deste mês.