Do Mais Goiás

Sesc realiza feira de troca de revista em quadrinhos e mangá

O evento ocorre no Sesc Faiçalville e também consta na programação oficinas e palestras. A entrada é gratuita

As histórias em quadrinhos estiveram presentes na infância de muitos. Os quadrinhos da Turma da Mônica, por exemplo, se tornaram a primeira referência de leitura de quase todos os brasileiros. Atualmente, o contato com este mundo é tão intenso que o ato de ler é ultrapassado, fazendo dessa relação quase como uma ideologia.

Neste sábado (30/1) o Sesc Faiçalville promove uma feira de troca de revistas em quadrinhos e mangás para celebrar a semana do quadrinho. O evento começa por volta das 14h e dura até às 17h com programação englobando oficinas e concurso de cosplayer. Para participar da troca o público tem que procurar o espaço com antecedência e deixar as revistas que não tem mais interesse em troca de um cupom. Cada cupom vale outro impresso durante a feira. A entrada é livre.

Dentro desses “quadradinhos” Ana Amélia aprendeu a ler. “Desde os 3 anos de idade que coleciono, por influência dos meus pais. Minha mãe e minha tia me ensinaram a ler usando os quadrinhos da Turma da Mônica. Desde então nunca mais parei”, conta. Ela também explica que a prática de vender ou trocar é um pouco comum entre os colecionadores, mas diz não ter visto eventos com esta proposta em Goiânia. Mesmo sendo um objeto com carga sentimental para alguns, outras costumam vender até coleções completas.

“Eu costumava ser bem mais apegada as minhas revistas, mas chegou um momento que eu tinha revistinhas demais e espaço de menos”. Entre as histórias que mais gosta ela cita Batman, Sandman, Watchmen, Transmetropolitan, Do Inferno e Promethea, mas é difícil definir um favorito.

Oficinas

O evento também recebe oficinas com PC Castilho e Carlos de Brito Lacerda. A primeira atração é uma palestra sobre a história dos quadrinhos na era digital com PC Castilho, seguida de oficina de HQ Digital. O professor Carlos de Brito realiza uma oficina de Fanzine articulado às 15h. As oficinas e palestras também são gratuitas.