COVID-19

SES-GO atualiza dados do coronavírus, mas ainda não confirma terceira morte

"Até o fechamento de dados, não havia sido informada pela Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia sobre o óbito"; prima da vítima confirmou o diagnóstico positivo


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 04/04/2020 às 17:35:43

(Foto: divulgação/Agência Brasil)
(Foto: divulgação/Agência Brasil)

Em boletim, a secretaria de Estado de Saúde (SES-GO) informou que há 103 casos de doença pelo coronavírus 2019 (Covid-19) confirmados em Goiás por critério laboratorial – mesmo de sexta-feira (3), à noite. Apesar da nota técnica do Hospital do Coração do setor Oeste, em Goiânia, informar um falecimento pelo vírus neste sábado (4), a pasta afirma que há dois óbitos confirmados em Goiás e não três, como antecipado pelo portal.

Ao Mais Goiás, eles informaram por nota que a SES-GO, “até o fechamento dos dados deste sábado (04/04), ainda não havia sido informada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Goiânia sobre o óbito. Desta forma, o caso ainda passará por avaliação do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) de Goiás”. Ainda segundo a pasta, no Estado, há 2.138 casos suspeitos em investigação. Outros 1.105 já foram descartados.

A SES-GO informa, ainda, que “os casos confirmados foram registrados nos municípios de Águas Lindas de Goiás (1), Anápolis (6), Aparecida de Goiânia (1), Bom Jesus de Goiás (1), Campestre (1), Catalão (1), Cidade Ocidental (1), Goianésia (1), Goiânia (65), Itumbiara (2), Jataí (2), Luziânia (1), Nova Veneza (1), Paranaiguara (1), Rio Verde (7), São Luís dos Montes Belos (1), Senador Canedo (1), Silvânia (1), Trindade (1) e Valparaíso de Goiás (5). Há dois (2) casos que aguardam atualização da ficha para definir a cidade de residência”, escreve a pasta.

E mais: “Há 9 casos confirmados internados. Destes, 1 está na rede pública em unidade estadual e 8 estão na rede privada. Há ainda 67 casos em investigação que encontram-se internados; destes, 38 estão na rede pública e 29 na rede privada.

Terceiro óbito

Confirmado por meio de nota técnica do Hospital do Coração, faleceu, neste sábado, uma funcionária da área de saúde de Goiânia. Trata-se da terceira vítima do novo coronavírus, em Goiás. No texto é informado que “ARS, 38 anos, profissional da área de saúde, sem comorbidades, foi admitida na UTI do Hospital do Coração de Goiás em 30/03/2020, com quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave – Covid-19 (positivo)”.

Ainda conforme o texto, houve evolução com “quadro de Choque Séptico e Hipoxemia refratários às medidas clínicas, apresentando parada cardiorrespiratória, submetida às manobras de reanimação cardiopulmonar sem sucesso. Constado óbito às 7h35 de 04/04/2020”.

A mulher é Adelita Ribeiro de Sousa. O Mais Goiás conversou com a prima da vítima, a agente de trânsito Maria Cláudia de Miranda Silva, que confirmou o teste positivo. Na manhã deste sábado (4), ela chegou a gravar um vídeo em que reforça a gravidade deste vírus e pede a todos que fiquem em casa.

No vídeo divulgado nas redes sociais por Cláudia, ela expõe que sua família perdeu uma pessoa querida por conta do Covid-19. “Não ache que esse vírus é brincadeira, pois hoje aconteceu com a minha família. Estou sem chão, pois achamos que isso nunca vai acontecer.”

Na filmagem, ela faz um apelo para que as pessoas fiquem em casa. “Se vocês podem, fiquem em casa. Eu sou do serviço essencial, por isso saio, tomando todos os cuidados. Mas se vocês podem, fiquem em casa.”

SMS

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que utiliza os mesmos bancos de dados onde são registrados todos os casos de Covid-19 no País, que são o E-SUS e a Red-CAP. “A única explicação é que pode estar havendo algum atraso na migração desses dados para essas plataformas. A SMS tem informações em tempo real dos casos de Goiânia porque acompanha todos os pacientes infectados. Caso por caso é acompanhado.”

Mais cedo, a pasta havia emitido uma nota sobre o segundo falecimento da capital. “A Secretaria Municipal de Saúde esclarece que o segundo óbito registrado por Covid-19 em Goiânia é de uma profissional da área de saúde. Ela tinha 38 anos e nenhuma comorbidade. Apresentando um quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), positivo para Covid-19, a paciente foi internada no último dia 30 na UTI de um hospital particular de Goiânia e onde veio a óbito na manhã deste sábado (04/04).”

A primeira morte, no Estado, foi de uma mulher em Luziânia.

*Atualizada com a nota da SMS de Goiânia às 18h23