Paralisação

Servidores do TRE e Justiça Federal paralisam as atividades por 24h

A paralisação é contra a aprovação do PLC 28/2015, que reestrutura a carreira e reajusta o salário da categoria





//

Os servidores do Tribunal Regional Eleitoral e da Justiça Federal em Goiás iniciaram uma paralisação nas atividades por 24 horas, nesta quarta-feira (27/05).

A paralisação é contra a aprovação do PLC 28/2015, que reestrutura a carreira e reajusta o salário da categoria. O projeto foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal na semana passada e agora segue para votação no plenário da Casa, com requerimento de urgência.

A paralisação ocorre em todo o País conforme o indicativo de greve deliberado pela reunião ampliada da Fenajufe (Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário Federal e Ministério Público da União).

Também nesta quarta-feira (27/05), o Sinjufego (Sindicato dos servidores do Judiciário Federal em Goiás) promove caravana para o ato nacional que será realizado, às 15 horas, em frente ao Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília (DF). 

“Estamos há 9 anos com defasagem salarial. Promoveremos a paralisação de 24 horas em Goiás com a manutenção de 30% dos serviços e participaremos do Ato Nacional convocado pela nossa federação em frente ao STF. Caso não haja avanços, avaliaremos em assembleias com a categoria a possibilidade de deflagrar greve por tempo indeterminado a partir do dia 10 de junho”, declara o presidente do Sinjufego, João Batista Moraes Vieira.

Tópicos