De olho no preço

Semana Santa: Procon divulga variações de preço de pescados e ovos de chocolate

Variações no preço dos pescados chega a 182%. Ovos de chocolate apresentam diferença de 157% e aumento médio anual de 6,28%


Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 17/04/2019 às 16:42:07

Pesquisa do Procon aponta variações de preço dos pescados e ovos de chocolate (Foto: Reprodução)
Pesquisa do Procon aponta variações de preço dos pescados e ovos de chocolate (Foto: Reprodução)

Com a proximidade da Semana Santa e Páscoa, pescados e ovos de chocolate ganham destaque para os consumidores. Para os pescados, o Procon visitou, entre os dias 21 de março e 8 de abril, 17 estabelecimentos em Goiânia (10 supermercados e sete peixarias) e verificou os preços de 43 itens de diferentes tamanhos e tipos: de água doce, salgada, frutos do mar, etc. Para o levantamento dos ovos de chocolate, foi realizada uma pesquisa pelo órgão entre os dias 4 e 15 de abril.

Peixes

Os pescados estão em média, 8,55% mais caros comparando com os preços médios praticados na Semana Santa de 2018. Individualmente, foi registrado aumento de 25,16% no quilo do Bacalhau do Porto. O Filé de Merluza está 22,68% mais caro: Ano passado o preço médio era de R$ 16,29 e em 2019 está R$ 19,99.

A maior variação identificada pelo Procon foi de 182,14%, no preço do quilo do Camarão Rosa “G” (limpo). Os preços variam entre R$ 59,90 e R$ 169,00. O Procon identificou que 41% dos itens vendidos nas peixarias estão mais baratos do que os vendidos pelos supermercados. E 59% dos produtos vendidos nos supermercados estão mais baratos do que nas peixarias.

Para acessar a planilha completa de preços, acesse aqui.

Ovos de Páscoa

De acordo com o Procon Goiás, a compra dos tradicionais ovos de chocolate nesta Páscoa pode ficar até 157,59% mais cara em Goiânia, mesmo em se tratando de produtos idênticos (marca, modelo e peso). Foram consultados os preços de 82 produtos: ovos, caixa de bombons, tabletes e barras de chocolates.

O Ovo de Páscoa – Batom Fazenda – Garoto de 105 gramas foi encontrado no valor de R$ 15,49 e de R$ 39,90 em outro estabelecimento. O valor que se paga no produto com maior preço, daria pra comprar dois em outro estabelecimento de menor preço e ainda sobraria de troco R$ 8,92.

Os ovos de chocolate registraram uma alta de 6,28% na comparação com a Páscoa de 2018. Individualmente, houve produtos cujos preços tiveram aumento de até 24,76%. Ano passado o preço médio do ovo de chocolate KitKat da Garoto de 332 gramas era de R$ 42,98 e hoje ele chega a R$ 53,62.

Foi apurada uma redução média de 2,75% no preço das caixas de bomboms.

Formato diferente, preço mais caro

Enquanto o ovo de Páscoa Galak da Nestlé de 185g custa em média R$ 37,15, ou seja, R$ 0,20 (vinte centavos) por grama de chocolate, a barra de 100 gramas do mesmo chocolate está custando em média R$ 5,12, ou seja, R$ 0,05 (cinco centavos) por grama de chocolate. Desta forma, apenas a escolha pelo formato de ovo, pode encarecer o mesmo produto em até 300%.

Confira a pesquisa completa do Procon Goiás, aqui. Para acessar a planilha completa de preços, acesse aqui.