Estadao Conteúdo

Sem pretensões, Vila Nova se despede da torcida com empate diante do Paysandu

Com o empate, o Vila chega a 53 pontos e perde uma posição, caindo para o 10º lugar. O Paysandu vai a 49 e permanece na 13ª posição.

O Vila Nova decepcionou na despedida diante da torcida na Série B. Apesar de dominar a maior parte do jogo, o time goiano cedeu o empate para o Paysandu, por 2 a 2, no final da tarde deste sábado, no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, o OBA, em Goiânia. O duelo foi válido pela penúltima rodada da competição.

Sem chances de acesso ou rebaixamento, o Vila faz o último jogo da temporada contra o Joinville, no próximo sábado, às 17h30, na Arena Joinville. Apesar de conviver com os salários atrasados, o time está em posição intermediária, com 53 pontos.

O Paysandu está mais abaixo na classificação, mas também apenas cumprirá tabela. Com 49 pontos, o clube paraense enfrenta o Criciúma, na última rodada. O jogo será disputado na próxima sexta-feira, às 20h30, no estádio da Curuzu, em Belém (PA).

O primeiro tempo premiou o time que soube aplicar melhor sua proposta de jogo. O Vila Nova até teve o domínio territorial, mas não transformou isso em gols. Já o Paysandu foi eficiente quando chegou à frente. Aos 33 minutos, o atacante Tiago Luís cruzou na medida para o artilheiro Leandro Cearense completar nas costas da defesa.

Na segunda etapa, o Vila chegou ao empate ainda aos 15 minutos. O atacante Vandinho recebeu assistência do atacante Mateus Anderson na área e bateu cruzado, no canto direito do goleiro Marcão. A virada aconteceu em pênalti polêmico, após o atacante Aloísio cair na área, aos 32 minutos. O volante Victor Bolt bateu e Marcão chegou a defender. Na sobra, o próprio jogador completou.

Quando tudo levava a crer que a vitória goiana estava garantida, o time paraense conseguiu surpreender e reagir graças a uma falha defensiva do adversário. O meia Celsinho aproveitou bobeada da defesa e completou cruzamento de cabeça, aos 40 minutos.

FICHA TÉCNICA:
VILA NOVA 2 X 2 PAYSANDU

VILA NOVA – Wagner Bueno; Maguinho, Guilherme Teixeira (Reniê), Reginaldo e Patrick; Caíque (Vandinho), Geovane, Victor Bolt, Wellington Simião (Mateus Anderson) e Aloísio; Moisés. Técnico: Guilherme Alves.

PAYSANDU – Marcão; Roniery, Fernando Lombardi, Pablo e Lucas; Jhonnatan, Ilaíson (Rivaldinho), Rodrigo Andrade e Cleyton (Celsinho); Leandro Cearense (Mailson) e Tiago Luís. Técnico: Dado Cavalcanti.

GOLS – Leandro Cearense, aos 33 minutos do primeiro tempo; Vandinho, aos 15, Victor Bolt, aos 35, e Celsinho, aos 40 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Guilherme Teixeira, Victor Bolt (Vila Nova); Roniery, Ilaílson, Jhonnatan, Rodrigo Andrade, Fernando Lombardi Tiago Luís (Paysandu).

RENDA – R$ 22.330,00.

PÚBLICO – 2.144 pagantes (2.535 ao total).

LOCAL – Estádio OBA, em Goiânia (GO).