Do Mais Goiás

Sem Magno Alves, Ceará empata sem gols com Paraná

Resultado não é bom para clube cearense que estaciona nos 39 pontos na quinta colocação

O Ceará sentiu muito a ausência de Magno Alves – artilheiro do Brasil na temporada com 32 gols e poupado pelo técnico Sérgio Soares – e não conseguiu sair de um empate sem gols com o Paraná nesta terça-feira, no estádio Durival de Britto, em Curitiba, pela 23.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Apesar de ter jogado com um homem a menos nos 20 minutos finais, o resultado não foi bom para o Ceará, que estacionou nos 39 pontos. Enquanto isso, o Paraná chegou aos 30 e está na zona intermediária da tabela de classificação.

Apesar do Paraná ter criado o primeiro lance de perigo logo aos 2 minutos, em chute de Thiago Humberto, quem esteve mais próximo de abrir o placar nos 45 minutos iniciais foi o Ceará, tanto que a torcida tricolor vaiou o time em alguns momentos.

O segundo tempo começou bastante sonolento, com os dois times errando muitos passes e não criando boas chances de gol. O Ceará tinha mais posse de bola, mas viu a situação ficar complicada aos 30 minutos, quando Ricardinho fez falta em Júlio César, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.

Com um homem a mais em campo, o Paraná esboçou uma pressão nos minutos finais e Júlio César teve uma boa chance. O atacante dominou livre e na hora da finalização pegou muito mal, isolando a bola.

O Ceará volta a campo nesta sexta, quando faz o confronto direto por uma vaga no G4 contra o Avaí, às 21h50, na Arena Castelão, em Fortaleza, pela 24.ª rodada. No sábado, o Paraná vai até Varginha (MG) para enfrentar o Boa, às 21 horas, no estádio Dilzon Melo.

FICHA TÉCNICA
PARANÁ 0 x 0 CEARÁ

CARTÕES AMARELOS – Henrique, Carlinhos, Thiago Humberto e Jean (Paraná); Alex Lima e Bill (Ceará).
CARTÃO VERMELHO – Ricardinho (Ceará).
ÁRBITRO – Manoel Nunes Lopo Garrido (BA).
RENDA – R$ 72.120,00.
PÚBLICO – 4.111 pagantes.
LOCAL – Estádio Durival de Britto, em Curitiba (PR).

PARANÁ – Marcos; Chiquinho (Ricardinho), Anderson Rosa, Alisson e Paulinho; Jean (Carlinhos), Lucas Otávio, Thiago Humberto e Henrique Santos (Júlio César); Tiago Alves e Adaílton. Técnico: Ricardinho.

CEARÁ – Luís Carlos; Samuel Xavier, Wellington Carvalho, Alex Lima e Vicente (Helder); Amaral, Ricardinho, Nikão (Souza) e Eduardo; Bill e Felipe Amorim (Marcos Vinícius). Técnico: Sérgio Soares.