'Um tapinha não dói'

Secretário do PSDB é agredido durante cerimônia de sepultamento em Goiânia, diz partido

Autor do tapa no rosto seria primo do governador e pai do chefe de gabinete da Casa Civil de Goiás


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 22/07/2019 às 16:01:17

(Foto: Reprodução/Internet)
(Foto: Reprodução/Internet)

Por meio de nota divulgada nas redes sociais, o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), seção Goiás, denunciou uma agressão ao secretário da sigla, Vivaldo Guimarães. O caso teria acontecido no último domingo (21), durante uma cerimônia de sepultamento no cemitério Jardim das Palmeiras, no setor Crimeia Leste, em Goiânia.

Segundo o texto, o autor do tapa no rosto do secretário seria primo do governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM). Jorge Caiado também é pai do chefe de gabinete da Casa Civil de Goiás, Jorge Caiado Júnior. O partido alega que, “em ato de desrespeito à cerimônia fúnebre de José Machado Braga Filho”, ele chamou Vivaldo Guimarães para fora da tenda destinada aos amigos e familiares. E deu um tapa no rosto do secretário, na presença de três seguranças do agressor.

O PSDB acredita que a agressão não tenha relação com questões políticas, já que o partido “faz oposição ao atual governo de maneira respeitosa e responsável”. “Cabe ao partido trabalhar para que Goiás siga avançando, para que práticas com as quais as diferenças eram resolvidas no passado continuem restritas aos livros de história”, conclui a nota.

O Mais Goiás tentou contato com Vivaldo Guimarães e foi informado de que o secretário não vai se pronunciar sobre o caso e que não pretende dar prosseguimento à denúncia. A reportagem também busca o posicionamento de Jorge Caiado e do chefe de gabinete da Casa Civil.

Confira a nota na íntegra:

O PSDB Goiás repudia de maneira veemente a agressão covarde de Jorge Caiado contra o secretário do partido, Vivaldo Guimarães, ocorrida neste domingo (21/7), no cemitério Jardim das Palmeiras.

O ato – uma bofetada desferida no rosto de Vivaldo Guimarães – aconteceu durante o sepultamento de José Machado Braga Filho, pai do publicitário Jorcelino Braga.

Na ocasião, Jorge Caiado, em ato de desrespeito à cerimônia fúnebre, chamou Vivaldo Guimarães para fora da tenda destinada aos amigos e familiares, e agrediu o secretário do PSDB, na presença de três seguranças do agressor.

Vivaldo Guimarães registrou Termo Circunstancial de Ocorrências (TCO).

O PSDB declara confiar no trabalho da Polícia Civil para condução do caso e na Justiça em relação ao desfecho para esta vil agressão.

Informamos ainda que o autor da violência é pai do Chefe de Gabinete da Casa Civil do Governo de Goiás, Jorge Luís Ramos Caiado Júnior. Fato que, contudo, imaginamos não relacionar questões políticas com a agressão, uma vez que o PSDB faz, sim, oposição ao atual governo, mas sempre de maneira respeitosa e responsável.

Cabe ao PSDB trabalhar para que Goiás siga avançando, para que práticas com as quais as diferenças eram resolvidas no passado continuem restritas aos livros de história.