GOIÂNIA

Secretário nega que aumento no preço de jazigos tenha a ver com coronavírus

Decreto do dia 13 de março reajusta valor de jazigos e serviços no Cemitério Parque Memorial de Goiânia

Cidades

Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás | Em: 18/03/2020 às 18:24:22

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

O secretário de Assistência Social da prefeitura da Capital, Mizair Lemes Júnior, afirma que o aumento no preço dos jazigos e serviços no Cemitério Parque Memorial de Goiânia não ocorreu em função da pandemia de coronavírus. Ao Mais Goiás, ele explicou que o aumento apenas coincidiu com o momento que o mundo vive.

“Este cálculo é da concessão do serviço e foi baseado pelo Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) dos últimos 12 meses. O aumento é referente ao ano de 2019. Ele demorou a ficar pronto por causa dos trâmites necessários e burocráticos para chegar a esses valores. A prefeitura não sabia que teria essa pandemia e apenas foi uma coincidência”, afirma.

Mizair explica que falta reajustar valores de outros dois cemitérios: Jardim das Palmeiras e Vale do Cerrado. Ele conta que os novos valores devem ficar próximos nos dias. A alta dos valores do jazigos e serviços está no decreto nº 734, assinado pelo prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB), no dia 13 de março.

De acordo com o documento, jazigo de três gavetas comuns custa R$ 10.512,16. Com três gavetas exclusivas sai por R$ 14.126,89. O jazigo com seis gavetas exclusivas está orçado em R$ 21.597,26.

Já os serviços e os reajustes são: aluguel de sala de velório (R$ 573,20), taxa de sepultamento (R$ 405,21), taxa de exumação (R$ 451,59), taxa de reinumação (R$ 250,12), taxa de sepultamento/inumação (R$ 416,86), taxa de exumação/sepultamento (R$ 699,44), taxa de sala de preparo de corpos (R$ 250,12) e a taxa de sepultamento noturno (R$ 810,57).

O último aumento foi registrado no decreto nº 953, em 13 de março de 2017, também assinado por Iris. Na ocasião, os jazigos de três gavetas comuns custava R$ 7.847,24, os de três gavetas exclusivos saíam em R$ 10.545,60 e com seis gavetas exclusivas era orçado em R$ 15.694,54.

As taxas de serviços também eram mais baratas: aluguel de sala de velório (R$ 419,07), taxa de sepultamento (R$ 296,32), taxa de exumação (R$ 330,16), taxa de reinumação (R$ 182,86), taxa de sepultamento/inumação (R$ 304,77), taxa de exumação/sepultamento (R$ 511,36), taxa de sala de preparo de corpos (R$ 182,86) e taca de sepultamento noturno (R$ 592,61).