Série A

São Paulo: Muricy volta na segunda com time cheio de desfalques

Time poderá ter até nove ausências para partida contra Atlético-PR, quarta-feira, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro




O técnico Muricy Ramalho volta nesta segunda-feira ao São Paulo, após se recuperar de uma arritmia cardíaca, e terá de lidar com dois novos problemas: as ausências do zagueiro Edson Silva e do lateral-esquerdo Reinaldo, que tomaram o terceiro cartão amarelo na vitória por 1 a 0 sobre o Grêmio, no sábado. Eles terão de cumprir suspensão automática contra o Atlético-PR, quarta-feira, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro, e vão dar grande dor de cabeça para o comandante montar o time.

Os dois jogadores se juntam a Kaká e Souza, que estão na seleção brasileira, e Alvaro Pereira, na seleção uruguaia. O departamento médico também tem alguns atletas, entre eles os zagueiros Antônio Carlos, Rafael Toloi e Lucão, com mais chances de condições de jogo para o primeiro. Se ele não se recuperar de lesão muscular a tempo de estar em campo, Muricy terá de buscar um defensor nas categorias de base para jogar com Paulo Miranda na defesa.

O lateral-direito Auro também está entregue ao departamento médico e se melhorar poderá voltar ao time. Assim, Hudson voltaria para o meio de campo e jogaria ao lado do volante Denilson, que volta ao time. Quem também estará liberado para jogar é Luis Fabiano, que cumpriu suspensão automática, mas deve ficar no banco de reservas.

O treino desta segunda-feira às 15h30 marcará o retorno de Muricy, que passou mal durante treino do São Paulo, no dia 25 do mês passado, e acabou sendo hospitalizado.

Ele passou a semana descansando e, mesmo sem seu treinador, o time tricolor encerrou a sequência de quatro tropeços no Brasileirão e venceu, fora de casa, o Grêmio. O auxiliar Milton Cruz comandou o time no triunfo que foi garantido por gol de Rogério Ceni, em cobrança de pênalti, aos 9 minutos do segundo tempo.