Do Mais Goiás

Samba contagiou foliões na Feira da Lapa no primeiro dia de Carnaval na cidade de Goiás

Opção ao Bloco da Alegria, o Samba na Feira da Lapa reuniu um público reduzido, mas igualmente animado

O pontapé inicial do Carnaval 2017 na cidade de Goiás foi a festa do Bloco da Alegria, antigo Bloco dos Sujos. Como reportamos ontem, centenas e foliões marcharam no fim da tarde até a Praça de Eventos, onde a festa tomou conta. Mas nem só disso viveu o primeiro dia de folia no município.

Não muito longe dali, mais precisamente na Feira da Lapa, localizada exatamente em frente ao Teatro São Joaquim e bem pertinho do Museu Casa de Cora Coralina, outras dezenas de pessoas curtiam uma festa bem diferente daquela que animava o pessoal do Bloco da Alegria.

No “Samba Na Feira da Lapa”, os músicos locais do grupo Samba Legal tocavam desde canções clássicas de Carnaval a Mamonas Assassinas, passando por Tim Maia e até “Vai Wilson, Vai”, versão paródia de “I Will Survive”, imortalizada por Gloria Gaynor. Muitos curtiam o som sentados à mesa, geralmente ornada com copos e uma garrafa de cerveja. Outros não resistiam à tentação e remexiam o esqueleto ao lado dos acompanhantes.

O público na Feira da Lapa era bem menor que a contraparte que ocorria a poucos metros dali, mas a diversão dos presentes não deixava por menos. A administradora Lívia Maria veio de Goiânia para a festa acompanhada do namorado e do sogro e era uma das mais animadas. “É a quinta vez que eu venho e nos anos anteriores não tinha isso aqui”, contou, observando a banda tocar aos pés da Cruz do Anhanguera. “Estou gostando, foi uma surpresa muito boa.”

No local, as mesas e cadeiras de plástico se estendiam a algumas ruas transversais à Dom Cândido, onde ocorria o show. Nesses pontos, amigos e familiares aproveitavam para botar a conversa em dia e bebericar de forma mais tranquila, acompanhando de perto a movimentação do pessoal e ainda curtindo uma boa música.

O público na Feira da Lapa era bem menor que a contraparte que ocorria a poucos metros dali, mas a diversão dos presentes não deixava por menos (Foto: Mais Goiás)

A Elci Aparecida de Souza teve a sorte de encontrar duas amigas por lá, e juntas pulavam e dançavam sobre uma das calçadas. “Está maravilhoso. Moro aqui há quatro anos e venho para cá toda vez”, afirmou. Para ela, os maiores atrativos na Feira da Lapa são o público agradável e o clima familiar. “Vale muito a pena vir”, ressalta.

Esbanjando simpatia, a prefeita Selma Bastos também foi acompanhar de perto o festejo e fez questão de apertar as mãos e trocar palavras com diversos foliões. Ela também pondera que o diferencial do evento que ocorria naquele local era a organização familiar. “Desde que assumimos, em 2013, buscamos promover uma festa com eventos que agradem todo o público, com marchinhas de carnaval, escolas de samba, sertanejo universitário, axé e outras músicas que agradam à juventude”, acentuou.

A prefeita avaliou positivamente o primeiro dia de Carnaval e demonstrou otimismo quanto à animação dos próximos dias, algo essencial para uma cidade com vocação turística como Goiás. “A festa está muito bonita e não tenho dúvidas de que quem vier vai querer voltar”, declarou.

Otimismo também era palavra-chave para a secretária de Turismo Flávia de Brito Rabelo. “No ano passado nós tivemos cerca de 98 mil foliões. Nossa expectativa é que venha ainda mais gente neste ano”, disse.

Conforme Flávia, fatores como o fato de outras cidades terem desistido ou reduzido o Carnaval neste ano, além dos atrativos da própria cidade influenciam na predileção do público. “Nós temos escolas de Carnaval centenárias, somos uma cidade patrimônio, temos uma vida cultural muito forte e somos privilegiados pela natureza. Sem dúvidas temos o melhor Carnaval de Goiás”, assegurou.