DE VOLTA À ROTINA

Saiba como voltar à dieta saudável após exageros no final de ano

Entre as dicas estão o aumento do consumo de água e maior ingestão alimentos antiinflamatórios e com componentes que desintoxicam o organismo


Jessica Santos
Do Mais Goiás | Em: 01/01/2021 às 05:40:04

Exagerou nas comemorações no final de ano? Veja como voltar à dieta saudável após excessos no Natal e Réveillon. (Foto: Getty Images)
Exagerou nas comemorações no final de ano? Veja como voltar à dieta saudável após excessos no Natal e Réveillon. (Foto: Getty Images)

Natal. Réveillon. Muita comilança. Alimentos gordurosos, doces e bebidas alcoólicas. Resistir às delícias deste período é difícil e é mais que comum sair da dieta e da rotina durante as festas de final de ano. Pensando nisso, o Mais Goiás ouviu a nutricionista Pollyane Reis e separou dicas para reverter tais excessos e te ajudar a voltar a ter uma vida saudável e sem culpas em 2021. No entanto, para isso, é preciso ter determinação e equilíbrio nutricional.

Segundo a profissional, os passos mais importantes para a retomada ou início da dieta são a definição de metas e planejamento alimentar. Pollyane explica que, mais do que traçar objetivos, é necessário que eles sejam alcançáveis. “É preciso avançar aos poucos. Por exemplo, se a pessoa quer aumentar o consumo de água e já consome três copos por dia, comece na primeira semana aumentando para 5, depois para 7 e assim sucessivamente”, afirmou.

De acordo com a nutricionista, um dos pontos que mais influenciam na perda de foco são as decisões radicais. “Tem gente que consegue cortar ou acrescentar tudo de uma vez, mas a maioria não. Por isso, as intervenções devem ser feitas aos poucos”.

Alimentos essenciais

Depois de tomada a decisão de retorno à dieta e definição de metas, o que não pode faltar no cardápio saudável após toda a comilança do final de ano? A nutri responde: “O item essencial é a água. O aumento do consumo de água é a melhor coisa para desintoxicar o organismo”, disse.

Segundo ela, na primeira semana depois da bebedeira e comilança, o ideal é incluir sucos verdes e detox logo pela manhã. A profissional explica que tais bebidas possuem clorofila, componente capaz de promover a desintoxicação do fígado e promover sensação de desinchaço.

(Foto: Reprodução)

Ela ressalta, no entanto, que os produtos não têm função emagrecedora. “Eles facilitam a absorção de nutrientes e também representam novos hábitos da pessoa, o que é muito importante neste processo”.

Além de água e sucos detox, a nutricionista indica a ingestão de legumes verdes em maiores quantidades, além de frutas ao menos uma vez no dia. De acordo com ela, o gengibre e o açafrão, por terem ação anti-inflamatória, devem ser incluídos no cardápio. “Pode ser um chá de gengibre ou até mesmo na água. O açafrão pode ser ingerido na comida mesmo ou com limão para desinflamar o organismo, melhorar a imunidade e absorção de nutrientes”, salientou.

Acompanhamento

Pollyane Reis afirma, ainda, que é necessário ter cuidado com o planejamento alimentar. Conforme ela, o ideal é ter acompanhamento com nutricionistas. “As mudanças têm de ser feitas após avaliação de um profissional. Não é apenas olhar na internet e seguir. As dietas precisam ser individualizadas e personalizadas. Não adianta diminuir ou cortar bruscamente. É necessário ter equilíbrio. O que importa é a qualidade do que se come e não a quantidade”, comentou.