Karla Araujo
Do Mais Goiás

Romeiros continuam visitando Trindade mesmo fora da época tradicional

Grupo de Buritizinho, um povoado que fica em Orizona, no interior de Goiás, se reúne para ir até Trindade

A tradicional Festa em Louvor ao Divino Pai Eterno terminou no dia 2 de julho e teve um recorde de público: 2,9 milhões de devotos passaram por Trindade. Porém, mesmo fora da época da festa, milhares de romeiros continuam visitando a cidade como sinal de fé e gratidão. É o caso dos cavaleiros de Buritizinho, um povoado que fica em Orizona, no interior de Goiás.

O reitor do Santuário Basílica do Divino Pai Eterno, Pe. Edinisio Pereira, participa da cavalgada desde o início. É a sexta vez que o grupo, que conta com 35 cavaleiros, se reúne para peregrinar até a Capital da Fé de Goiás. “Somos todos amigos aqui, é um momento de partilha e fortalecimento dos laços de amizade e fé”, explica o padre.

O tema da cavalgada é “Tradição movida pela fé e amizade” e, além dos cavaleiros, o grupo é acompanhado por uma equipe de apoio. A viagem começou no último dia 31 e o trajeto deve ser percorrido em seis dias. Durante todo o caminho há momentos de oração e celebração de missas. No sábado, dia 5, os cavaleiros chegarão por volta das 17h no Santuário Basílica, e no domingo, às 8h da manhã, participarão de uma missa especial.

Para o Pe. Edinisio, a cavalgada é um jeito de manter viva a tradição sertaneja e rural, na qual esta devoção nasceu. “Toda fé no Divino Pai Eterno começou na simplicidade das pessoas que tiram seu sustento da terra e que se abandonam na vontade de Deus”, finaliza.