Medo de cobra

Roberto Justus fica em pânico ao pegar numa cobra durante gravação de programa

Apresentador exibiu um porco, uma iguana, uma arara e até uma coruja em seu programa





//

Roberto Justus passou por uma prova de fogo na noite dessa quarta-feira (29/07) durante a gravação do programa ‘Roberto Justus +’, na Record.

Como o tema da atração era animais de estimação, a produção do programa teve a ideia de mostrar bichos exóticos, diferentes dos animais que as pessoas costumam ter em casa. Para conseguir interagir com os entrevistados, Justus teve que tocar nos animais, entre eles uma cobra. Além disso, o apresentador exibiu um porco, uma iguana, uma arara e até uma coruja. O programa so será exibido em outubro.

De acordo com a assessoria de imprensa da Record, Justus está adiantando o conteúdo do seu programa para não coincidir com as gravações do reality show ‘A Fazenda’, que estreia em setembro no canal.

E falando nesse novo desafio, Roberto Justus contou em entrevista ao colunista Leo Dias que não quer ficar conhecido como apresentador somente das classes A-B e, também, que nunca foi pressionado pelo departamento comercial da emissora para ajudar a arrumar anunciantes para o programa.

“Obviamente que, quando estou em um programa, eu ajudo. Se é bom e vai fazer bem para os meus clientes, trazer um bom retorno de audiência, uma boa penetração, claro que vou ajudar a vender. Todo apresentador ajuda, tem um mix. Eu construí uma imagem durante 35 anos no mercado. Vem comigo, é um bônus, mas em nenhum momento a área comercial da Record falou pra eu vender cotas. Eu ajudo, mas nunca misturei publicidade com apresentador”, disse Justus.

O ex-apresentador do programa ‘O Aprendiz’ também revelou nessa entrevista que pretende dar um ar mais moderno ao programa e negou que tenha qualquer problema com Britto Jr, ex-apresentador do programa. “Adoro o Britto. Acho ele um querido. Deturparam uma frase minha, bom você me dar essa chance. Eu falei assim: “Considero o Britto um grande apresentador, estou aprendendo bastante com ele. Estou assistindo ao programa, para ver. A única coisa que eu falei é que eu sou um pouco mais emoção e o Britto é um jornalista mais frio, ponderado e eu sou um pouco mais emocional.” Com toda a franqueza do mundo, adoro o Britto, admiro, mas ele tem um estilo diferente do meu. Não estou dizendo que é pior ou melhor. Vim fazer uma coisa diferente”, explicou.

Por fim, Justus, sempre muito elegante usando terno e gravata, foi questionado se usaria chapéu e botas para apresentar o programa, porém o apresentador pareceu não estar muito satisfeito com essa ideia de figurino. “Claro que, quando eu vou para minha fazenda, eu não vou de terno e gravata. Ando de short, claro, que é mais despojado, tranquilo e casual. Mas no meu estilo. Não vou mudar totalmente o estilo de me vestir porque as pessoas estão acostumadas a me ver mais casual. Em 80% do meu lazer estou casual. Não tem exigência de colocar chapéu de caubói”, finalizou.