RIO 40 GRAUS

Rivais no funk, ‘Mãe Loira’ e Priscila Nocetti enfrentam-se nesta eleição

Famosas originalmente pelas participações no grupo Furacão 2000, ambas disputarão uma vaga na Câmara dos Vereadores do Rio


Agência O Globo
Agência O Globo
Do Agência O Globo | Em: 14/09/2020 às 16:44:39

Priscila Nocetti e Verônica Costa | Reprodução
Priscila Nocetti e Verônica Costa | Reprodução

Verônica Costa, conhecida como “Mãe Loira”, e Priscila Nocetti, devem transportar sua rivalidade do funk para as urnas pela primeira vez nesta eleição municipal. Famosas originalmente pelas participações no grupo Furacão 2000, ambas disputarão uma vaga na Câmara dos Vereadores do Rio.

Verônica, vereadora atualmente no quinto mandato, deve ser oficializada novamente candidata, pelo DEM. Já Priscila, que já concorreu duas vezes – e ganhou uma – em Niterói, transferiu o título eleitoral para a capital fluminense e teve sua candidatura registrada pelo PP (atual Progressistas).

Na eleição de 2016, Priscila e Verônica trocaram ataques através de áudios de WhatsApp que acabaram vazando para o público. A confusão começou quando Verônica enviou um áudio, a um grupo, dizendo que faria uma parceria política com o ex-marido, Rômulo Costa, atual companheiro de Priscila e pivô da briga entre as duas no passado. Na réplica, Priscila afirmou que estava “rindo até 2050” com a mensagem e chamou a ex-colega de “uma louca em busca de voto, achando que funkeiro é burro”. Na tréplica, a “Mãe Loira” afirmou que tinha sido “uma das mais votadas” – ela teve cerca de 31 mil votos em 2012 -, e ironizou o desempenho da colega: “Fui a décima mais votada, não foi com 2 mil votos como você teve em Niterói, não”.

Por conta do barraco, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) decidiu, naquela eleição, que Verônica Costa não poderia usar o nome de Priscila Nocetti em sua campanha a vereadora, e vice-versa, como revelou à época a colunista Berenice Seara, do Extra.

Pela lógica partidária, a “Mãe Loira” e Priscila Nocetti estão em lados opostos até na eleição a prefeito em 2020. O DEM, de Verônica Costa, lançou a candidatura do ex-prefeito Eduardo Paes (DEM). Já o PP, de Priscila, está na coligação do atual prefeito Marcelo Crivella (Republicanos), candidato à reeleição.

Por enquanto, nenhuma das duas têm divulgado a própria candidatura – nem se referido à da outra – nas redes sociais. Verônica têm compartilhado atividades relacionadas a seu mandato nas últimas semanas, inclusive seu voto a favor da abertura de processo de impeachment do prefeito no caso conhecido como “Guardiões do Crivella” – o pedido foi arquivado pela Câmara. Priscila, por sua vez, tem dado espaço à própria carreira artística em seus perfis digitais, com destaque para uma live de oito horas, semana passada, em comemoração aos 45 anos da criação da Furacão 2000.