Mais uma vez

Reunião para se discutir o aumento da passagem de ônibus é adiada mais uma vez

Votação, que estava prevista para acontecer às 16 horas, no Paço Municipal, foi adiada sem previsão de nova data


Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás | Em: 26/03/2019 às 16:06:17

Passageira foi ofendida dentro do Terminal de Senador Canedo (Foto: Jackson Rodrigues/Arquivo)
Passageira foi ofendida dentro do Terminal de Senador Canedo (Foto: Jackson Rodrigues/Arquivo)

A votação sobre o possível aumento da tarifa do transporte coletivo, que havia sido remarcada para ocorrer na tarde desta terça-feira (26), às 16 horas, no Paço Municipal, foi adiada mais uma vez. Segundo nota da Câmara Deliberativa de Transportes Coletivos (CDTC), a decisão veio após uma reunião preparatória com a presença do presidente do órgão, Jânio Darrot (PSDB), o prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB) e da promotora de Justiça, Leila Maria de Oliveira.

Em nota, a CDTC destacou que não há data definida para um novo encontro. Como justificativa, o órgão afirmou que “a meta é elaborar um projeto que visa reestruturar a gestão da Rede Metropolitana de Transportes Coletivos (RMTC) e um plano que proporcione melhorias em todo o sistema.”

Essa é a segunda vez que a reunião é adiada. Após um encontro com 15 vereadores de Goiânia no último dia 20, Darrot anunciou que a votação, marcada para a última quinta-feira (21), havia sido cancelada. Na ocasião, foi alegado que “todas as autoridades estão sensibilizadas com as demandas dos usuários do transporte coletivo” e que “será marcada reunião para discutir iniciativas que resultem em melhorias em todo o sistema.”

Um projeto de Lei foi aprovado na Câmara Municipal de Goiânia e impede o aumento da tarifa caso não for realizados investimentos das empresas. O texto ainda aguarda a sanção ou veto do prefeito da capital. Atualmente, a passagem que custa R$ 4 pode sofrer um aumento de 7,5% e chegar a valer até R$ 4,30.