Sem coronavírus

Repatriados em quarentena na Base Aérea de Anápolis serão liberados neste domingo (23)

Análise laboratorial da última coleta de material para exame que detecta o novo coronavírus foi negativa; Grupo será transportado pela Força Aérea Brasileira para nove estados do Brasil

Cidades

Leicilane Tomazini
Do Mais Goiás | Em: 23/02/2020 às 09:52:19

(Foto: GloboNews)
(Foto: GloboNews)

Será liberado neste domingo (23), o grupo de repatriados da China que está em quarentena na Base Aérea de Anápolis. A análise laboratorial da última coleta de material para exame que detecta o novo coronavírus foi negativa, dessa forma, cada um dos repatriados recebeu do Ministério da Saúde (MS) uma declaração de que estão livres da doença.

Em nota, o Ministério da Defesa informou que todos os alojados na Base Aérea serão transportados pela Força Aérea Brasileira para nove estados do Brasil. Os destinos são os seguintes:

Distrito Federal  – 20 passageiros, sendo 9 militares, 1 profissional do Ministério da Saúde, 1 profissional da EBC e 9 repatriados;
São Paulo  – 13 passageiros, sendo 11 repatriados, um militar e uma integrante do Ministério da Saúde;
Rio de Janeiro – 11 militares;
Paraná – 5 repatriados;
Santa Catarina – 4 repatriados;
Minas Gerais – 3 repatriados;
Pará – 1 repatriada.

A Defesa informou ainda que dois repatriados, transportados para Brasília, seguirão em voos comerciais para o Maranhão e para o Rio Grande do Norte. Um repatriado permanecerá em Anápolis (GO).

Operação

Duas aeronaves da Força Aérea Brasileira foram à China, no dia 5 de fevereiro, buscar os brasileiros que estavam em Wuhan, epicentro da doença. Na operação ‘Regresso à Pátria Amada Brasil’, 34 pessoas, entre brasileiros e familiares de outras nacionalidades, chegaram ao país, no dia 9. Os repatriados e 24 profissionais que fizeram parte do resgate estavam, desde então, cumprindo quarentena Base Aérea de Anápolis.

Estado de Goiás

Em sua conta no Twitter, o governador Ronaldo Caiado (DEM) falou sobre o resultado do último exame, e informou que ele e o prefeito de Anápolis, Roberto Naves, estariam presentes na liberação dos repatriados. “Estaremos lá para dar aquele abraço em todos na saída da base aérea. A solidariedade venceu!”, dizia a publicação.