Do Mais Goiás

Relatório das obras paralisadas pode ser adiado por 90 dias

A demora no repasse de processos pela prefeitura contribui com o atraso na finalização do relatório

A Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga as obras paralisadas em Goiânia pode ser adiada por 90 dias. A CEI afirma que vai entrar com um pedido de prorrogação nos próximos dias. A justificativa é a demora da Prefeitura de Goiânia em disponibilizar os processos que são solicitados às secretarias.

A assessoria de imprensa da prefeitura de Goiânia informa que “responde às questões da câmara com a maior rapidez possível, dentro das possibilidades. Buscando sempre acelerar o processo, tendo em vista que a Câmara de Vereadores, ao solicitar os documentos, está cumprindo o seu dever de órgão fiscalizador”.

“Um dos principais obstáculos que a gente encontrou é a questão de documentação. Tudo atrasado. A prefeitura está entregando o material atrasado. Ela tem cumprir o prazo do ofício, que é de caráter urgente”, afirma o presidente da CEI, vereador Alysson Lima (PRB).

O relator da CEI, vereador Eduardo Prado (PV), afirma que os documentos sobre o Hospital e Maternidade Oeste, no Conjunto Vera Cruz, demoraram quase dois meses a serem entregues. Ontem (04) a Comissão foi impedida de entrar nessa obra. O orçamento da construção é de mais de R$ 49 milhões e ela está paralisada dezembro de 2017 devido a incongruências nos processos administrativos.