FolhaPress

Reitor desmente Bolsonaro e diz que ministro da Educação não tem doutorado na Argentina

Segundo o reitor da Universidade de Rosário, Decotelli cursou o doutorado, mas não finalizou

O novo ministro da Educação, Carlos Decotelli, não tem título de doutor pela Universidade de Rosário (UNR), na Argentina, como o presidente Jair Bolsonaro afirmou na quinta
Bolsonaro-Decotelli

O novo ministro da Educação, Carlos Decotelli, não tem título de doutor pela Universidade de Rosário (UNR), na Argentina, como o presidente Jair Bolsonaro afirmou na quinta (25) ao anunciá-lo para o cargo.

A afirmação desmentindo Bolsonaro é do reitor da Universidade Nacional de Rosario, Franco Bartolacci.’ “Ele [Decotelli] cursou o doutorado, mas não finalizou, portanto não completou os requisitos exigidos para obter a titulação de doutor na Universidade Nacional de Rosario”, disse Bartolacci à coluna.

O reitor esclareceu ainda que a tese apresentada por Decotelli foi reprovada. “Ela foi avaliada negativamente pelo jurado constituído para tal efeito [avaliar o trabalho]”, disse ele.

Bartolacci também publicou a afirmação em suas redes sociais, retuitando Bolsonaro para negar a informação do presidente brasileiro. ​

“Nos vemos en la necesidad de aclarar que Carlos Alberto Decotelli da Silva no ha obtenido en @unroficial la titulación de Doctor que se menciona en esta comunicación [Em tradução livre: Precisamos esclarecer que Carlos Alberto Decotelli da Silva não obteve na @unroficial o doutorado mencionado nesta comunicação”, escreveu ele em sua publicação.

Depois da publicação da informação pela coluna, a assessoria do MEC enviou um certificado da Universidade Nacional de Rosário que diz que Decotelli cursou a totalidade das disciplinas de doutorado em administração da Faculdade de Ciências Econômicas e Estatística da instituição.

O documento não comprova, no entanto, que ele recebeu o título de doutor, que é concedido após a aprovação de uma tese apresentada na conclusão do curso.

Após a repercussão, o curriculo lattes de Decotelli na noite desta sexta (26). O campo onde antes constava o título de uma tese defendida para obter o título de doutorado na instituição argentina foi alterado para “créditos concluídos” e “sem defesa de tese”. O nome do professor Antonio de Araujo Freitas Jr. também foi removido do campo de “orientador”.

Mais cedo, ele informava na plataforma que que fez o curso entre 2007 e 2009 e apresentou o trabalho “Gestão de Riscos na Modelagem dos Preços da Soja”. O nome de Antonio de Araujo Freitas Jr. era apontado como orientador.

Em maio deste ano, em uma cerimônia virtual, o ex-presidente Lula recebeu o título de doutor honoris causa da universidade argentina.