Do Mais Goiás

Redução da Secretaria de Segurança Pública com combustíveis deve chegar a R$ 1 milhão 

A SSP garante que a medida não vai afetar a frota de policiamento, pois é restrita aos carros administrativos

A redução da Secretaria de Segurança Pública de Goiás (SSP) de gastos com combustível visa chegar a R$ 1 milhão. Atualmente, são gastos R$ 5 milhões. O objetivo é reduzir os gastos em 25%. A SSP garante que a medida não vai afetar a frota de policiamento, pois é restrita aos carros administrativos.

“Em junho deste ano o Governo de Goiás incrementou a frota policial com mais 500 novos veículos, muitos deles especiais (mais potentes e com tecnologia embarcada de última geração), para o melhor desempenho do trabalho de suas forças policiais”, afirma a Secretaria, em nota.

O memorando que anuncia a redução foi assinado pelo secretário de Estado, Irapuan Costa Júnior, na última quinta-feira (25). O documento traz uma ressalva: as viaturas operacionais, utilizadas em atividades e missões de busca, têm possibilidade de cotas complementares, fornecidas mediante análise da Superintendência de Gestão, Planejamento e Finanças de Goiás.

Para os veículos que são flex, ou seja, utilizam álcool e gasolina, a orientação é que o abastecimento seja feito após pesquisa de preços pelo condutor, que deve avaliar qual combustível e local para abastecimento mais vantajoso. O secretário Irapuan ainda orienta que o responsável pelo veículo e os condutores “a administrarem o saldo do cartão de abastecimento de forma mais eficiente”.

A medida entra em vigor a partir desta quinta-feira (1º de novembro). A justificativa é a busca pelo equilíbrio fiscal e financeiro. A ação faz parte das medidas de ajuste fiscal adotadas pelo Governo de Goiás até 31 de dezembro.